PUBLICIDADE
Topo

Argentina registra número recorde de casos de dengue

15/07/2020 00h10

Buenos Aires, 14 jul (EFE).- Além da pandemia de coronavírus, a Argentina registrou o maior surto de dengue de sua história durante a chamada temporada 2019-2020, com 56.492 casos confirmados, de acordo com o boletim epidemiológico publicado nesta terça-feira pelo Ministério da Saúde.

O número é 24,5% maior do que o registrado para o período 2015-2016, que até agora tinha a pior marcada do número de pessoas infectadas pelo vírus da dengue no país vizinho em todos os tempos.

Enquanto isso, na atual temporada epidemiológica, que começou em 29 de julho de 2019, 91.114 casos suspeitos foram relatados ao Sistema Nacional de Vigilância Sanitária.

O boletim também afirma que 25 pessoas morreram com testes positivos de dengue, enquanto outros 11 óbitos estavam sob investigação a partir de 18 de junho. Entre as vítimas já confirmadas, há nove mulheres e 16 homens, pessoas de entre 14 e 88 anos, com idade média de 57 anos.

Nos estudos de laboratório, foram detectados três sorotipos de dengue na Argentina, com uma presença majoritária da dengue tipo 1 (72%) e uma proporção menor do tipo 4 (26%) e do tipo 2 (2%).

A região noroeste da Argentina foi a mais afetada pelo surto de dengue, com quase 22 mil casos, seguida pela região central, com cerca de 21 mil. EFE

cca/dr

Notícias