PUBLICIDADE
Topo

Morre aos 80 anos o padre Bruno Sechi, fundador da República de Emaús

O padre Bruno Sechi participou do movimento político que resultou na criação do Estatuto da Criança e do Adolescente - Reprodução/Instagram @movimentodeemaus
O padre Bruno Sechi participou do movimento político que resultou na criação do Estatuto da Criança e do Adolescente Imagem: Reprodução/Instagram @movimentodeemaus
do UOL

Do UOL, em São Paulo

29/05/2020 22h57

Morreu hoje aos 80 anos de idade em Belém o padre Bruno Sechi, criador do Movimento República dos Emaús.

O grupo atua na garantia dos direitos de crianças e adolescentes, causa na qual o padre teve participação ativa.

A Arquidiocese de Belém do Pará afirma que ele havia contraído o coronavírus, mas estava em recuperação e "apresentava grandes avanços" — por isso, a notícia da morte surpreendeu os que o conheciam.

Nos anos 80, o padre participou de ações políticas que culminaram na criação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Ele era pároco da Paróquia São João Paulo II, e já atuou na Paróquia Santa Maria Goreth.

Notícias