PUBLICIDADE
Topo

Singapura tem recorde de novos casos e põe em quarentena 20 mil trabalhadores imigrantes

Estudantes que usam máscaras, como medida preventiva contra o novo coronavírus covid-19, voltam para casa da escola em Singapura em 25 de março de 2020 - ROSLAN RAHMAN/AFP
Estudantes que usam máscaras, como medida preventiva contra o novo coronavírus covid-19, voltam para casa da escola em Singapura em 25 de março de 2020 Imagem: ROSLAN RAHMAN/AFP

Aradhana Aravindan

05/04/2020 15h34

Singapura registrou 120 novos casos de coronavírus neste domingo (5), de longe o maior aumento diário, e colocou em quarentena cerca de 20 mil trabalhadores imigrantes em seus dormitórios.

Dos novos casos deste domingo, 116 foram transmitidos localmente e muitos foram vinculados a dois dormitórios que abrigam trabalhadores imigrantes, que agora terão que ficar em seus quartos por 14 dias.

O número de novos casos é um aumento de 60% em relação aos 75 relatados no sábado, que havia sido o maior aumento diário anterior. Singapura registra um total de 1.309 infecções e seis mortes pelo novo coronavírus.

Dezenas de milhares de trabalhadores estrangeiros vivem em locais fechados em vários dormitórios da pequena nação do sudeste asiático, uma cidade-estado insular. Eles formam uma parte significativa da força de trabalho, atuando em setores desde a construção até a limpeza.

O aumento nos casos ocorre dois dias antes de o país começar a fechar escolas e a maioria dos locais de trabalho por um mês, como parte de restrições mais rígidas para combater a doença covid-19.

Singapura foi um dos países mais atingidos quando o vírus se espalhou a partir da China em janeiro, mas um rigoroso regime de vigilância e quarentena ajudou a conter o surto. Picos recentes em casos transmitidos localmente, no entanto, suscitaram novas preocupações.

Notícias