PUBLICIDADE
Topo

Britânicos devem se preparar para longo confinamento, diz ministro

Premiê britânico, Boris Johnson, durante entrevista coletiva sobre o coronavírus - POOL New
Premiê britânico, Boris Johnson, durante entrevista coletiva sobre o coronavírus Imagem: POOL New

29/03/2020 09h39

Os britânicos devem se preparar para um "longo período" de confinamento pelo novo coronavírus, advertiu neste domingo um dos principais ministros do gabinete do premier Boris Johnson.

O governo decretou na segunda-feira um confinamento geral de pelo menos três semanas para tentar frear a propagação da epidemia, que já deixou 1.019 mortos e infectou 17.089 pessoas no Reino Unido.

"Não posso fazer uma previsão precisa, mas acredito que todos devem se preparar para um longo período de confinamento", disse Michael Gove, ministro do gabinete, ao canal BBC.

"É crucial no momento que respeitemos durante as próximas semanas as diretrizes estritas que foram fixadas em termos de distanciamento social", completou.

Em uma entrevista ao jornal Sunday Times, o epidemiologista Neil Ferguson do Imperial College London, que aconselha o governo, afirmou que o confinamento deve ser aplicado "provavelmente até o fim de maio, talvez início de junho. Maio é otimista"

Em uma carta enviada a 30 milhões de casas britânicos, Boris Johnson advertiu que a situação vai se tornar mais grave antes de melhorar e destacou que o respeito às regras de confinamento permitiria uma volta "à normalidade" mais rápida.

"Mas não hesitaremos em ir mais longe, caso as recomendações dos cientistas e médicos afirmem que devemos fazer isto", completa o texto.

O primeiro-ministro foi diagnosticado com a covid-19, depois de ter "sintomas leves", mas continua coordenando a resposta ao coronavírus, de acordo com Downing Street.

Notícias