PUBLICIDADE
Topo

Macron é alvo de protesto durante ida a teatro em Paris

18/01/2020 13h23

PARIS, 18 JAN (ANSA) - Pelo menos 30 manifestantes contrários à reforma da Previdência da França tentaram invadir o teatro parisiense Bouffes du Nord na noite de sexta-feira (17), onde o presidente Emmanuel Macron e sua esposa, Brigitte, assistiam a um espetáculo.   

Segundo a rádio France Info, o casal precisou ser retirado da sala por alguns minutos enquanto ocorria a intervenção da polícia. Macron e Brigitte assistiam a peça "La Mouche" e foram vistos pela plateia. Alguns espectadores, incluindo jornalistas, publicaram no Twitter que o casal estava presente no local. O repórter Taha Bouhafs, por sua vez, postou em sua conta no rede social a mensagem incitando opositores a participarem do protesto. Ele foi detido pela polícia acusado de fazer parte de "uma ação coletiva com a intenção de cometer violências ou degradações". Mais tarde, um restaurante frequentado pelo mandatário francês também foi alvo de uma tentativa de incêndio.   

Desde que o projeto de reforma da Previdência foi apresentado, Macron tem enfrentado protestos e greves nos transportes. Na última sexta-feira (17), inclusive, a entrada do Museu do Louvre foi bloqueada por sindicalistas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias