PUBLICIDADE
Topo

Aliança leal a Morales apoiará ex-chanceler à presidência

17/01/2020 18h52

ROMA, 17 JAN (ANSA) - As organizações sindicais e sociais aliadas ao Movimento ao Socialismo (MAS), do ex-presidente Evo Morales, anunciaram nesta sexta-feira (17) que vão apoiar a candidatura do ex-ministro das Relações Exteriores David Choquehuanca à presidência da Bolívia nas eleições gerais de 3 de maio.   

De acordo com a imprensa local, a chapa será formada por Choquehuanca e pelo líder cocaleiro Andrónico Rodríguez, escolhidos pelos representantes por unanimidade. Em comunicado, o grupo chamado de "Pacto de Unidade" informou que nomeará uma comissão para viajar até a Argentina, onde Morales recebeu asilo político, para relatar a escolha ao ex-presidente. Choquehuanca, de 58 anos, foi chanceler de 2006 até 2017. Já Rodríguez, de 30, é vice-presidente de Seis Federações de Cocaleiros do Trópico de Cochabamba, berço político de Morales. A decisão foi tomada após vários dias de debate. Os representantes optaram pelos dois nomes depois de chegarem a um consenso de que os candidatos deveriam ser de La Paz e Cochabamba, "pela luta e pela libertação do processo de mudança". A medida provocou o descarte de nomes como o do ex-ministro da Economia Luis Arce Catacora e do ex-presidente Eduardo Rodríguez Veltzé (2005-2006).   

A candidatura do ex-chanceler boliviano deve ser anunciada oficialmente no dia 22 de janeiro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Notícias