PUBLICIDADE
Topo

Angola antecipa pagamento de US$ 598 mi em crédito com governo brasileiro

País africano quitou todos os seus débitos com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) - Julio Cesar Guimarães/UOL
País africano quitou todos os seus débitos com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Imagem: Julio Cesar Guimarães/UOL

Eduardo Rodrigues

Brasília

06/12/2019 16h10

O Ministério da Economia informou nesta sexta-feira, 6, que o governo de Angola antecipou o pagamento de US$ 598 milhões em financiamentos contratados com o governo brasileiro, que venceriam até 2024. Com isso, o país africano quitou todos os seus débitos com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o Tesouro Nacional.

Seis memorandos de entendimento foram assinados entre os dois países entre 2005 e 2017, com o objetivo era ampliar o financiamento às exportações brasileiras com o uso de contra garantias em conta-petróleo abastecidas pelo governo angolano.

Com isso, a dívida total de Angola com agentes financeiros brasileiros chegou a US$ 5 bilhões.

Somente o BNDES financiou 84 operações em Angola pela linha Finame — de financiamento da produção e aquisição de máquinas e equipamentos fabricados no Brasil —, em um total de US$ 4,4 bilhões. Desse montante, o volume quitado agora foi de cerca de US$ 581 milhões.

Já outras 37 operações em Angola utilizaram recursos do Tesouro Nacional na linha Proex-Financiamento — voltada para financiar exportações brasileiras e operacionalizada pelo Banco do Brasil —, em um total de US$ 628,5 milhões.

O saldo quitado agora nessa linha foi de US$ 8,3 milhões, referentes às últimas quatro operações em aberto.

Notícias