Topo

Motorista é excluído da Uber após ter conversa sexual com passageiro menor

do UOL

Daniel Leite

Colaboração para o UOL, em Juiz de Fora (MG)

22/10/2019 19h54Atualizada em 23/10/2019 15h15

Pais de adolescentes da Tijuca e da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, compartilharam um vídeo em redes sociais de um motorista da Uber se insinuando para um passageiro adolescente dizendo estar excitado. Na gravação, o homem conta ter passado pela mesma situação com outra pessoa transportada por ele.

A Uber afirmou ter descadastrado o motorista e qualificou o comportamento como "criminoso". Informou também que registra as viagens por GPS para ter o histórico dos trajetos.

A filmagem que rodou grupos de whatsapp começa quando o garoto, de 13 anos, sentado no banco da frente, tentava entender o que o motorista já havia feito com outros passageiros. Não há como saber o que foi dito antes de o vídeo começar.

A viagem foi feita na região da Tijuca e a conversa se desenrola da seguinte forma:

Passageiro: "Chega do nada assim e fala?"

Motorista da Uber: "É. Às vezes passa a mão na perna. Outro dia o cara tava aí onde você tá. Aí meteu a mão na minha perna e apertou meu pau. Esses assuntos é foda".

Passageiro: "Aí tu deixou o cara chupar também?".

Motorista da Uber: "Deixei. Esses assuntos é foda. Me deixam logo de pau duro. Fica, não?".

Passageiro: "Não".

Motorista da Uber: "(risos) Por quê?".

Passageiro: "Sei lá".

Motorista da Uber: "Eu fico, olha só, como é que tá. Dá uma olhada aqui pra tu ver".

Nesse momento, o vídeo é interrompido. A gravação foi feita sem o motorista saber.

Pais fazem alerta

Em um dos compartilhamentos, um morador da região alerta os amigos. "O moleque se ligou nos papos estranhos e começou a filmar, deu corda. Para quem acha que seu filho está seguro andando de Uber sozinho, assista ao vídeo. Quem tem filho, fica atento", diz a postagem, informando, inclusive, supostos dados pessoais do motorista, que já teria feito mais de 10 mil viagens pelo aplicativo.

"Como tem aqui no Rio, tem em tudo quanto é lugar. É sempre bom tomar cuidado", disse para a reportagem a mãe de dois filhos que não quis se identificar.

Ela conta ter recebido o vídeo por whatsapp denunciando o motorista. Ficou preocupada e lembrou de já ter ouvido o filho mais velho, de 22 anos, reclamar de alguns condutores. "Meu filho que é grande, anda muito de Uber com os amigos, os caras falam perversidades".

Uber diz repudiar "comportamento criminoso"

Em nota, a Uber informou lamentar o caso e repudiar "qualquer tipo de comportamento criminoso". Segundo a empresa, esse tipo de comportamento não é tolerado.

"O motorista foi banido da plataforma assim que a denúncia foi feita. A empresa está à disposição para colaborar com as autoridades no curso de investigações ou processos judiciais".

O caso está sendo investigado pela polícia. De acordo com a 19ª DP (Tijuca), o adolescente foi encaminhado para oitiva especializada no Centro de Atendimento ao Adolescente e à Criança (CAAC), e o motorista prestou depoimento. As imagens foram apreendidas e encaminhadas para perícia.

O UOL ligou para os números que, segundo os denunciantes, seriam do motorista. Dois deram como impossibilitados de receber chamada e outro foi atendido por uma mulher. Ela negou que o número pertença ao homem. A rede social divulgada pelos pais como sendo a dele não foi localizada.

***

Ouça o podcast Ficha Criminal com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil.

Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Notícias