Topo

Bolsa chega a subir 1%, rumo a novo recorde, e dólar opera em queda

do UOL

Do UOL, em São Paulo*

22/10/2019 12h46Atualizada em 22/10/2019 17h29

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, operava em alta de 0,95%, aos 107.027,40 pontos, por volta das 16h05, rumo a um novo recorde. Ontem, a Bolsa brasileira fechou aos 106.022,28 pontos, maior pontuação de fechamento.

No mesmo horário, o dólar comercial operava em queda de 1,36%, a R$ 4,074 na venda. O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Entre os motivos estão o otimismo com a aprovação da reforma da Previdência, além de boas notícias do exterior.

Reforma da Previdência e exterior

Aqui no Brasil, no final da manhã, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou parecer do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) favorável à reforma da Previdência, abrindo caminho para votar o texto ainda nesta terça-feira no plenário da Casa.

A proposta é considerada por investidores como o primeiro passo para ajuste nas contas públicas e é visto como crucial para a retomada do crescimento no país.

Do exterior, ajudava declaração do vice-ministro das Relações Exteriores chinês de algum progresso nas negociações comerciais entre EUA e China, e que qualquer problema pode ser resolvido desde que um lado respeite o outro.

Também no radar estão votações cruciais no Parlamento britânico nesta terça-feira, que decidirão se o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, conseguirá cumprir a promessa de tirar o país da União Europeia até o final do mês.

Investidores também estão na expectativa da temporada de resultados de terceiro trimestre das empresas, entre elas as gigantes Petrobras e Vale.

*Com Reuters

Entenda como funciona o câmbio do dólar

UOL Notícias

Notícias