Topo

Fusca vira elétrico por R$ 450 mil; até Karmann-Ghia e SP2 são convertidos

Fusca elétrico tem autonomia de até 200 km - Vitor Matsubara/UOL
Fusca elétrico tem autonomia de até 200 km
Imagem: Vitor Matsubara/UOL
do UOL

Vitor Matsubara

Do UOL, em Frankfurt (Alemanha)*

11/09/2019 12h01

Resumo da notícia

  • Conversão é realizada por 99 mil euros, o equivalente a R$ 450 mil
  • Peças utilizadas são fornecidas pela própria VW
  • Vários modelos clássicos podem virar elétricos, incluindo Karmann-Ghia e SP2

Converter um clássico como um Volkswagen Fusca em um veículo elétrico. Esta é a proposta da eClassics, empresa especializada na transformação do modelo em um carro movido a eletricidade. A companhia é um dos expositores do Salão de Frankfurt, na Alemanha.

As peças são fornecidas pela própria montadora, sendo que a transmissão de apenas uma marcha é feita em Kassel, enquanto os componentes da bateria vêm diretamente de Brunswick.

O serviço é executado na sede da eClassics, localizada em Renningen, nos arredores de Stuttgart.

São três produtos oferecidos. O chassi novo parte de 39.900 euros (aproximadamente R$ 180 mil), mas o cliente pode encomendar a carroceria por mais 10 mil euros, totalizando 49.900 euros, algo próximo a quase R$ 250 mil. O veículo completo, incluindo acabamento e todas as adaptações, custa 99 mil euros - ou cerca de R$ 450 mil em conversão direta.

No processo de conversão, o motor a gasolina original é removido; baterias vão junto ao assoalho - Divulgação
No processo de conversão, o motor a gasolina original é removido; baterias vão junto ao assoalho
Imagem: Divulgação

Cadê o motor?

É uma cena bem esquisita abrir a tampa traseira e não ver o motor boxer lá atrás. O sistema de baterias fica debaixo do assoalho e é composto por 14 módulos de 2,6 kWh cada, totalizando 36,8 kWh. O Fusca fica mais pesado por conta das baterias de íon-lítio, mas também ganha reforços no chassis e um novo sistema de freios para dar conta do melhor desempenho. A potência é estimada em 82 cv e o bocal para encaixar o cabo do carregador fica dentro da lanterna direita.

O "besouro" atinge a velocidade máxima de 150 km/h e tem uma autonomia de até 200 quilômetros, distância oferecida em diversos veículos elétricos e considerada suficiente para deslocamentos urbanos diários.

De acordo com a Volkswagen, o e-Beetle (ou "e-Käfer", como chamam os alemães) obtém uma autonomia de aproximadamente 150 quilômetros em uma hora de recarga em carregadores rápidos.

Bocal para encaixar cabo do carregador fica dentro da lanterna direita; autonomia chega a 200 km - Divulgação
Bocal para encaixar cabo do carregador fica dentro da lanterna direita; autonomia chega a 200 km
Imagem: Divulgação

Até Karmann-Ghia e SP2 podem virar elétricos

Como a plataforma é vendida pela eClassics, a empresa afirma que qualquer projeto feito sobre esta base pode ser convertido para eletricidade. Sendo assim, esportivos como Karmann-Ghia e até o "nosso" VW SP2 estão aptos a virarem elétricos. "Tenho, inclusive, uma carroceria pronta para ser colocada no chassi", diz Martin Acevedo, diretor da empresa.

Um Porsche 356 elétrico também está no radar da eClassics, mas a Kombi ainda está em desenvolvimento. Os estudos estão sendo realizados juntamente com a Volkswagen Group Components, divisão de peças de reposição da marca."Já estamos trabalhando em conjunto (com a VW) para preparar a plataforma para a Kombi e o 356 também pode ser convertido no futuro", afirma Thomas Schmall, ex-presidente da Volkswagen do Brasil e atual membro do conselho administrativo da VW Group Components.

O uso da plataforma modular para veículos elétricos (MEB, aproveitada em todos os modelos da linha Volkswagen I.D) também está em estudo, o que poderia melhorar os números de desempenho e autonomia.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

* Viagem a convite da Anfavea

Mais Notícias