Topo

Único aeroporto em funcionamento de Trípoli é fechado após bombardeio

18/07/2019 18h17

Trípoli, 18 jul (EFE).- As autoridades da Líbia fecharam nesta quinta-feira o aeroporto internacional de Mitiga, o único acesso aéreo à capital Trípoli, após um bombardeio atribuído às forças do marechal Khalifa Hafter, o segundo em 24 horas.

Uma fonte explicou à Agência Efe que algumas das áreas e instalações ficaram danificadas pelos ataques, principalmente uma parte atingida por um míssil na última noite. Ainda não há previsão para que as atividades sejam retomadas.

Hafter, cujas tropas controlam a maior parte Líbia e todas as jazidas de petróleo, lançou em 4 de abril uma ofensiva para tentar conquistar a capital, onde o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, estava de visita oficial, em uma clara mensagem à comunidade internacional.

Desde então, mais de mil pessoas morreram - entre milicianos e civis - mais de cinco mil ficaram feridas e cerca de 100 mil foram obrigadas a abandonar suas casas e se tornaram refugiados internos.

Na segunda-feira, fontes militares do governo sustentado pela ONU em Trípoli (GNA) alertaram que Hafter tinha mobilizado novas unidades no pequeno povoado de Wadi Marsit, possivelmente com a intenção de recuperar o controle da cidade de Gharyan, fundamental para um eventual ataque à capital.

A LNA, a milícia liderada pelo marechal, pediu aos civis que se afastem das zonas de concentração de forças leais ao governo GNA, especialmente nas áreas rurais de Salah Eddin e Al Hadaba, próximas a Gharyan e ao eixo sul que leva à capital. EFE

Mais Notícias