Topo

Guaidó convoca mobilização em toda a Venezuela no dia 23

2019-02-16T16:36:00

16/02/2019 16h36

Caracas, 16 Fev 2019 (AFP) - O líder opositor venezuelano Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino por 50 países, convocou neste sábado mobilizações em todo o país no próximo dia 23, para acompanhar caravanas que irão aos pontos de entrada da ajuda humanitária enviada pelos Estados Unidos.

"Não será apenas na fronteira que estará o movimento voluntário (brigadas de colaboradores). Em todas as cidades do país, haverá concentrações no dia 23 para aguardar a entrada da ajuda", anunciou Guaidó durante um ato no qual juramentou milhares de voluntários.

Guaidó disse que as caravanas deverão ir não apenas à cidade colombiana de Cúcuta, mas também à fronteira com o Brasil e ao ponto onde chegará a de Curaçao.

"Não serão apenas caravanas, será todo um país voltado para dizer ao mundo que estaremos nas ruas até conseguirmos o fim da usurpação, o governo de transição e eleições livres", assinalou.

O opositor, 35, informou que cerca de 600 mil pessoas se inscreveram como voluntárias para buscar a entrada dos carregamentos de remédios e alimentos que o governo Maduro recusa.

"Novamente a mensagem às Forças Armadas. Têm sete dias para que se posicionem ao lado da Constituição e façam o correto", manifestou, em meio à ovação de apoiadores.

Maduro convocou nesta sexta-feira os militares a preparar um "plano especial de implementação" na fronteira com a Colômbia, ante o que denunciou como "planos de guerra" dos governos dos presidentes americano, Donald Trump, e colombiano, Iván Duque.

mis/gma/lb

Mais Notícias