Topo

5 provas de que Verão 90 vai deixar saudades, apesar das críticas

Rafael Vitti, Isabelle Drummond e Jesuíta Barbosa são João, Manuzita e Jerônimo em Verão 90 - Globo/João Cotta
Rafael Vitti, Isabelle Drummond e Jesuíta Barbosa são João, Manuzita e Jerônimo em Verão 90 Imagem: Globo/João Cotta
do UOL

Guilherme Machado

Do UOL, em São Paulo

04/07/2019 04h00

Verão 90 está em seu mês final. Em suas semanas finais, a novela das 19h da Globo pode comemorar uma audiência alta, que alavancou o horário. Ao mesmo tempo, sofreu duras críticas ao longo de sua exibição por sua produção e texto, vistos como simplórios.

Como explicar que uma novela tão detonada, seja, ao mesmo tempo, tão sintonizada? Mesmo com problemas, a trama conseguiu cativar com seu estilo leve e direto, e atingiu em cheio a memória afetiva do público com uma série de referências.

O UOL mostra 5 motivos que fizeram a novela bombar:

  • Reprodução/TV Globo

    Só curtição

    O principal aspecto que chama a atenção em Verão 90 é o quão despretensiosa ela é. A novela é um produto de entretenimento puro, que não está particularmente interessada em passar grandes mensagens nem levantar debates. É uma história simples, com assuntos de fácil compreensão, e amarrados por um humor que, apesar de por vezes infantil, consegue provocar riso fácil nos espectadores.

    Sim, o texto não é dos mais profundos, mas cumpre um papel: de permitir que o espectador sente no sofá e simplesmente curta uma história, sem mais delongas. E, no fim, é só isso que muitos espectadores querem.

  • Fabiano Battaglin/Gshow

    Direto do túnel do tempo

    Verão 90 é uma novela que deita e rola com referências de época. A novela não economiza em relembrar artistas, filmes, músicas e até mesmo novelas que estouraram nos "bons e velhos tempos". E já foi criticada por confundir algumas datas de acontecimentos.

    Mas tudo isso toca diretamente na nostalgia do público, que é transportado para um passado do qual sente saudade. Não há nada como ouvir um bom Pump Up The Jam na abertura e ser transportado direto para a época da qual muito ainda lembram com carinho, não é mesmo?

  • Globo/João Cotta

    Carisma ajuda

    Sim, muitos atores de Verão 90 já foram criticados por sua atuação na novela, seja pelo sotaque afetado de Claudia Raia ou as caras e bocas de Jesuíta Barbosa. Mas que os personagens têm carisma, têm.

    O casal formado por Rafael Vitti e Isabelle Drummond, apesar da trama morna, tem forte química e Camila Queiroz também defende muito bem sua vilã. Além disso, o folhetim tem ainda outras figuras de destaque, como a dançarina Dandara (Dandara Mariana), que consegue superar os problemas do texto, emocionando e divertindo.

  • Reprodução/Globo/Montagem UOL

    Clichê nunca é demais

    A história de Verão 90 não é das mais fortes e a novela está recheada de dramas mais batidos. É casal separado por intriga de vilão, filho que rejeita a mãe, mocinho injustamente incriminado, tudo que já foi testado em algum momento é repetido na novela de Izabel de Oliveira e Paula Amaral. Diversos elementos da trama já foram comparados com outras de sucesso da Globo, como Jerônimo (Jesuíta Barbosa), que é quase uma Maria de Fátima (Gloria Pires), de Vale Tudo (1988), reencarnada.

    Mas a história também mostra que um bom dramalhão é atemporal. Por repetidas vezes, novelas que não trouxeram nada de novo para a mistura foram bem no Ibope. O público já sabe o que vai acontecer, porque já viu a história mil vezes, e isso acaba sendo catártico. E, convenhamos, é sempre delicioso acompanhar as boas e velhas intrigas de novela ainda vivas no imaginário popular.

  • TV Globo/ Divulgação

    Nada de deprê

    Ok, não existe novela sem um dramalhão, mas a estética colorida e luminosa de Verão 90 também atrai os espectadores do horário, especialmente aqueles cansados das fotografias soturnas e pesadas de outros folhetins. A situação é auxiliada pela trilha sonora da novela, com clássicos que também atiçam a nostalgia.

    As muitas reviravoltas (previsíveis) tiram a trama do marasmo, permitindo uma experiência que, apesar das falhas, é gostosa de assistir. É como se Verão 90 fizesse uma festa de imagens que, apesar de ter falhas na decoração, continua sendo bastante convidativa.

Mais Listas