Topo

Teste sua visão com estas 28 imagens que brincam com a ilusão de ótica

Reprodução/Akiyoshi Kitaoka
Imagem: Reprodução/Akiyoshi Kitaoka

Colaboração para o BOL

2018-09-21T08:00:00

21/09/2018 08h00

Uma das imagens mais famosas entre as que "criam movimento em uma imagem estática" é esta. O criador é o professor de psicologia Akiyoshi Kitaoka, da Universidade Ritsumeikan, de Quioto, no Japão. Ele é um mestre na arte da ilusão visual.

Segundo estudo publicado no Jornal de Neurociência dos Estados Unidos, em 2012, a sensação de movimento, nesse caso, se dá mais por minúsculos e rápidos movimentos dos olhos do que pela visão periférica, que geralmente é tida como a responsável por esse tipo de ilusão. 

Confira a seguir uma seleção de imagens de Kitaoka e de outros sucessos da internet que confundem o cérebro.

ATENÇÃO: Algumas das ilusões de ótica nesta lista podem causar tonturas ou até mesmo convulsões epilépticas. Se você começar a se sentir mal, cubra imediatamente um dos olhos com a mão e deixe a página. Não feche simplesmente os olhos - isso piorar o mal-estar.


Leia também:

  • Reprodução/Akiyoshi Kitaoka

    Sementes em movimento

    Na ilusão de ótica, a visão humana é "enganada". A imagem força o cérebro a interpretações erradas. Se você vê esta imagem com movimentos é porque seu cérebro interpreta a disposição dos objetos e cores de uma maneira tal que cria "ondas". Provavelmente você não foca em nenhum ponto da imagem

  • Cortesia Akiyoshi Kitaoka

    Caráter lúdico

    O caráter lúdico de algumas obras de Akiyoshi Kitaoka oculta um objetivo sério: testar as limitações da nossa visão

  • Reprodução/Akiyoshi Kitaoka

    Corações que pulsam

    "Comecei a criar a coleção de imagens para estimular visualmente macacos num estudo eletrofisiológico, pois eu trabalhava numa pesquisa de neurociência", contou Kitaoka à BBC Brasil em 2014

  • Cortesia Akiyoshi Kitaoka

    Girando, girando

    O professor quer saber como o cérebro interpreta os sinais recebidos dos olhos e entender questões vitais sobre a natureza da percepção humana e do funcionamento da mente

  • Cortesia Akiyoshi Kitaoka

    "Bambolês" em movimento

    Kitaoka explica que são as imperfeições da visão que nos dão a sensação de que imagens como esta se movem

  • Reprodução/Akiyoshi Kitaoka

    "Cobras rotativas"

    A ilusão da imagem mais famosa de Kitaoka foi chamada de "cobras rotativas", mas nem todos conseguem ver os efeitos esperados

  • Cortesia Akiyoshi Kitaoka

    Depois de pesquisar, é rápido

    O pesquisador conta que gasta apenas 20 minutos fazendo os desenhos, mas a atividade que consome mais tempo é a pesquisa

  • Cortesia Akiyoshi Kitaoka

    Quebra-cabeças

    Seus trabalhos também já viraram livros ilustrados e quebra-cabeças

  • Reprodução/Twitter @AKyoshiKitaoka

    Página na internet

    O japonês Akiyoshi Kitaoka criou, ao longo dos anos, centenas de imagens como esta, para testar os limites do cérebro

  • Reprodução/Twitter @AKyoshiKitaoka

    Movimento

    Outra imagem que parece se mover por causa do contraste das cores, jogo de sombras dos cubos e da "falta de atenção" dos olhos

  • Cortesia Akiyoshi Kitaoka

    Cientista ou artista

    Perguntado se ele se acha mais cientista ou artista, Kitaoka responde rápido: "Ambos"

  • Reprodução

    Cores

    Esta imagem é um clássico da ilusão de ótica na internet. Ao olhar a imagem da esquerda, você diria que os quadrados marcados como A e B têm a mesma cor? Pois saiba que eles têm, como você pode checar na imagem da direita. Isso acontece porque seu cérebro não analisa só a luz que reflete no objeto analisado: ele também contextualiza a imagem. Assim, o quadrado que tem outros quadrados escuros ao redor parece mais claro, enquanto o quadrado que tem quadrados claros ao redor parece mais escuro

  • Reprodução

    Linhas paralelas

    Acredite, as linhas horizontais são paralelas. Pode pegar uma régua ou um caderno e ver você mesmo. O cérebro enxerga as linhas tortas por causa da disposição não uniforme dos quadrados, que parecem menores ou maiores

  • Reprodução

    Grelha cintilante

    Conte quantos pontos pretos você vê na imagem. Impossível contar porque eles desaparecem quando você foca a atenção neles. Conhecida como "grelha cintilante" de E. Lingelbach, feita em 1994, é uma variação da grelha de Hermann, observada por Ludimar Hermann em 1870. Isso acontece porque o cérebro tende a completar uma imagem que não está no foco da atenção com o que tem ao redor. Assim, o preto predominante acaba preenchendo as bolinhas brancas quando você não está focado nelas

  • Reprodução

    Tamanho

    Esta é fácil: qual bola vermelha é maior? A resposta é que as duas têm o mesmo tamanho. O cérebro analisa as imagens levando em conta seu contexto, assim, o círculo da esquerda, que está rodeado de círculos grandes, parece menor, e o círculo da direita, rodeado de círculos pequenos, parece maior

  • Reprodução

    Continuidade

    A linha da direita é continuação de qual das linhas? Pegue uma régua e veja que ela está alinhada com a de baixo

  • Reprodução

    Mais continuidade

    Mais um exemplo de como o cérebro projeta a continuação do que você vê. Se você começar pelas patas do elefante, verá algumas patas; se começar pelo corpo do animal, outras parecerão as verdadeiras

  • Reprodução

    Outra continuidade

    Quantas barras existem aqui? Se você olhar para o lado esquerdo, verá quatro; já do lado direito, são três. Esse é um truque famoso de ilusão de ótica que brinca com formas

  • Reprodução

    Tamanho/proporção

    Aqui tem outro truque que engana seu cérebro por causa do contexto. Qual linha vertical é maior? As duas têm o mesmo tamanho apesar de a de dentro parecer maior porque nós tendemos a esperar uma proporção

  • Reprodução

    Rodas se movendo

    Aproxime o rosto da imagem e foque no ponto preto do centro, depois vá afastando e vejas as rodas se moverem. Seu cérebro foca no centro e as sombras e posições dos círculos são recriadas pela mente, dando a impressão de movimento

  • Reprodução

    Visão periférica

    Foque o olhar no ponto preto do centro e verá como a "nuvem" cinza ao redor irá diminuir. O cérebro tende a projetar o contexto geral para as áreas que não são foco da atenção, assim, como o branco está em volta, o cinza parece diminuir

  • Reprodução

    Outro movimento

    Esta imagem ficou bem popular nas redes sociais. Diferentemente do que acontece com uma imagem animada pelo computador, como os gifs, esta imagem só usa um truque de ilusão de ótica, com cores contrastantes que criam movimento

  • Reprodução

    Mais um movimento

    A espiral, o embaçado das pontas e o jogo de cores cria a ilusão de que a imagem está "pulsando"

  • Reprodução

    Quantas pernas tem o banco?

    Este é um banco normal ou você tem dificuldade pra ver as quatro pernas do banco? Ou seriam três?

  • Reprodução

    Outra de tamanho

    Qual linha é maior? As duas têm exatamente o mesmo tamanho, mas a vertical parece muito maior

  • Reprodução

    Cores

    A ilusão de ótica brinca com nosso cérebro e "cria" o que não existe. Você vê esta imagem em movimento? Pois ela faz um jogo com cores para você ter essa impressão, mas ela não se mexe

  • Reprodução

    A imagem acima "convence"

    A imagem acima "convence" o cérebro de que há um quadrado em cima dos quatro círculos, bem no centro, porque cria uma ilusão de ótica ao desenhar as linhas contínuas entre as partes faltantes dos objetos geométricos. Chamada de "Quadrado de Kanisza", ela foi usado por pesquisadores norte-americanos para entender como essa "pegadinha" se forma no cérebro

  • Reprodução/Telegraph

    Mulher fantasma

    Outra ilusão de ótica que virou febre na internet foi a "mulher fantasma" que se transforma em uma linda mulher. Como? Para que a gata apareça, você deve olhar fixamente para o ponto branco no nariz da mulher por 15 segundos. Em seguida, olhe para o espaço vazio à direita. Viu a bela morena? De acordo com reportagem do jornal "Telegraph", a ilusão ocorre através da chamada "pós-imagem negativa". Basicamente, nossos olhos identificam as cores da "mulher fantasma" e "traduzem" em cores e termos que nosso cérebro possa entender, por isso muita gente consegue ver uma espécie de sombra ou contorno de uma bela mulher ao mover os olhos para a direita depois de tê-los fixado na imagem à esquerda

Mais Listas