PUBLICIDADE
Topo

Pisciana da gema: 12 fatos sobre Giovanna Antonelli

Colaboração para o BOL

18/03/2019 08h00

A atriz Giovanna Antonelli completa 43 anos nesta segunda-feira (18/3/2019)! Casada algumas vezes, ela acredita no amor e se dedica aos três filhos, mas sem deixar de lado a profissão. Artista de sucesso, ela começou na TV como assistente de palco da Angélica e precisou batalhar para viver a personagem Capitu. Confira outros detalhes sobre a profissional que não descuida das unhas!

  • Divulgação/TV Globo

    Profissão que era sonho

    "Eu sempre quis ser atriz, nunca imaginei fazer outra coisa. Era um sonho que estava ali, desde criança, latente. Percebi esse dom muito cedo", confessou Giovanna em entrevista ao site Memória Globo. A vida artística não era estranha para a menina sonhadora, uma vez que a mãe era a bailarina Suely Trajano Antonelli e o pai o cantor Ailto Comino Antonelli. "Amo exercer minha profissão. Não importa o papel, nem o tamanho dele. Tendo bons elementos, eu me divirto e me alimento", garantiu a atriz à Caras

  • Reprodução/YouTube/Angelica Center

    Angelicat

    Pois é! Você pode até não se lembrar, mas Giovanna Antonelli estreou em um estúdio de gravação aos 13 anos, como assistente de palco do programa "Clube da Criança", comandado por Angélica, na TV Manchete

  • Divulgação/TV Globo

    Enfim, atriz

    Quatro anos depois de aparecer na TV como Angelicat, Giovanna Antonelli começou a gravar "Tropicaliente". Aos 19 anos, teve a chance de viver a sua primeira protagonista, Ressú, na trama "Tocaia Grande" e, no ano seguinte, esteve em outra atração da TV Manchete, "Xica da Silva", como Elvira. Nas duas tramas, ela foi dirigida pelo temido Walter Avancini e fez questão de falar sobre ele ao site Memória Globo: "Devo minha formação ao Avancini. O método dele era tão intenso, e te trazia tanta disciplina, que te fazia ter um grande respeito pela profissão"

  • Divulgação/TV Globo

    Outras opções de carreira?

    Apesar da vontade de ser atriz que a acompanhava desde a infância, Giovanna Antonelli cogitou tomar outros rumos. Ela pensou em cursar Direito, mas acabou fazendo quatro períodos da faculdade de Jornalismo, até resolver abandonar as ideias de carreiras paralelas e se dedicar integralmente à carreira de atriz

  • Divulgação/TV Globo

    Personagens de sucesso

    Giovanna conquista o público nas tramas em que atua, mas algumas personagens em especial marcam a carreira da atriz. Uma delas é Capitu, a prostituta de "Laços de Família", que alavancou a sua carreira e fez surgir a oportunidade para que um ano depois ela vivesse Jade, da novela "O Clone", que consolidou de vez sua carreira como atriz. "Eu tinha sido escalada para viver a amiga da Capitu, mas insisti muito para fazer os testes. Capitu era uma menina humana, verdadeira. Ela mostrou para mim e para o público uma realidade que a gente desconhecia", confidenciou a atriz ao site Memória Globo. Sobre a trama em que contracenou com Murilo Benício, a artista afirmou: "A repercussão internacional foi imensa. Lá fora, até hoje eu sou a Jade"

  • Gianne Carvalho/TV Globo

    Anita

    Na minissérie "A Casa das Sete Mulheres", Giovanna Antonelli viveu ninguém menos que Anita Garibaldi e precisou aprender a montar a cavalo em pelo. "Foi um trabalho muito difícil fisicamente. Eu era a única mulher no meio de um elenco masculino. Era muita guerra, cavalo, luta, espada, tiro. A Anita tinha esse espírito de guerra, uma mulher à frente do tempo. A admiração profunda que ela e Garibaldi tinham pelo mesmo ideal fez com que os dois se amassem profundamente. Eram parceiros de amor, de luta, de guerra, e foram até o fim", pontuou ao Memória Globo

  • Greg Salibian/Folha Imagem

    Fora da TV

    Não é só nas telinhas que Giovanna faz sucesso. Ela também é reconhecida por seus trabalhos no cinema como "Bossa Nova" (2000), "Caixa Dois" (2007), "Budapeste" (2009), e "S.O.S Mulheres ao Mar 2" (2015). No teatro, ela esteve na peça "Dois na Gangorra" (2003), ao lado de Murilo Benício, e fez questão de comentar sobre a experiência: "Sou muito apaixonada por teatro, mas ele não acontece muito na minha vida. Nessa peça me senti criativa, melhor como atriz. Acho que dei um salto"

  • Reprodução/Instagram @giovannaantonelli

    Relacionamentos

    Giovanna Antonelli é uma mulher que acredita e não desiste do amor. O empresário Ricardo Medina foi o seu primeiro marido, com quem ficou casada de 2000 a 2002. No ano da separação, engatou um romance com Murilo Benício, com quem teve um filho e de quem se separou em 2005. Ainda em 2005, a artista se envolveu com o empresário Roberto Locascio, com quem subiu ao altar dois anos depois, mas o casório só durou quatro meses. Em 2009, ela conheceu o atual marido e pai de suas filhas, o diretor Leonardo Nogueira (foto). Vale lembrar que o irmão de Giovanna, que também se chama Leonardo, é casado com a atriz Guilhermina Guinle, que assim como a cunhada, também se envolveu com Murilo Benício

  • Reprodução/Instagram @giovannaantonelli

    Maternidade

    A atriz tem três filhos: o primogênito Pietro, fruto da relação com Murilo Benício, e as gêmeas Antônia e Sofia, do casamento com o diretor Leonardo Nogueira. Em entrevista à Caras, Giovanna abriu o coração sobre a maternidade: "Sou uma mulher com muita vontade de curtir a vida e amar intensamente. Amo minha família, é o meu porto seguro. Tento educar com amor. Desejo passar todos os valores que aprendi dentro de casa"

  • Reprodução/Instagram @giovannaantonelli

    Empresária

    É só Giovanna Antonelli aparecer na pele de uma nova personagem que, automaticamente, uma nova moda será lançada. Além dos acessórios e dos cortes de cabelo, a atriz é influência também quando o assunto é a cor do esmalte! Unindo o útil ao agradável, ela decidiu lançar a própria linha de esmaltes, ampliando o seu leque como empresária, uma vez que também empresta o seu nome para linhas de óculos, relógios, joias, perfume e a uma rede de depilação a laser. Voltando ao assunto unhas, a artista fez questão de contar qual o seu jeito favorito, além de dar dicas em entrevista ao Ego: "Faço toda semana. Amo fazer a unha e trocar cores. Gosto dela quadrada e não tiro a ponta. Cada semana uso um tom. Depende do meu estado de espírito (risos). Tem que ficar esperta em relação à base, que às vezes não deixa o esmalte fixar bem. Minha dica é experimentar várias até descobrir"

  • Divulgação/VIP

    Haja sensualidade!

    No auge de seus 42 anos, Giovanna Antonelli foi eleita pela revista IstoÉ Gente como a vigésima primeira mulher mais sexy de 2018

  • Divulgação

    Uma fênix

    "Quantas vezes a gente não vem do fundo do poço, como uma fênix? Toda hora tenho uma segunda chance. De ser melhor. Comigo principalmente. Na minha casa, com meus filhos, no meu trabalho. Quem nunca? Quantas vezes a gente não recomeça lá do fundo do poço? Digo lá dentro da gente, não no externo, na aparência. E a gente vai se reconstruindo, se reprogramando, 'resetando' o HD. Isso é fundamental. Nada me traumatizou, mas passei por vários momentos de frustração, desgaste, decepção. Isso é muito normal. Acontece sempre nas nossas vidas. Não me protejo. Vivo. Digo boa sorte pra quem me fez mal e... Toco para frente", falou a atriz ao Glamurama ao tratar de erros e segundas chances

Listas