Topo

Angélica, Fê Gentil e famosos que estão na geladeira, mas bombam no YouTube

Reprodução/Instagram
Angélica, William Waack e Fernanda Gentil Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Marcela Ribeiro

Do UOL, no Rio

2019-05-08T04:00:00

08/05/2019 04h00

Longe da televisão aberta, artistas e jornalistas considerados "de primeiro escalão" não têm amargurado os fãs com sua ausência. Enquanto aguardam projetos ou novos contratos, eles marcam presença em canais de YouTube e conseguem se manter em alta junto ao público.

  • Fernanda Gentil

    Ela migrou para o entretenimento e está afastada da telinha da Globo desde dezembro. Até o momento sem nenhum programa confirmado, ela já deu entrevista para dois canais de YouTube, o de Giovanna Ewbank, que teve mais de 1,6 milhão de visualizações, e o de Taís Fersoza.

    "Preciso me sentir desafiada, isso eu tratei muito na terapia... A questão é o novo, se for entretenimento, outro programa no esporte, estamos aí e me sentir útil para a casa. Se for um programa que eu possa ajudar a casa, ótimo, maravilhoso."

    Ela ainda viaja pelo Brasil com seu monólogo "Sem Cerimônia" e apresenta o programa "Papo de Almoço" na rádio Globo.

  • Reprodução/Youtube

    Angélica

    Na geladeira da Globo há um ano, Angélica será a atração de estreia do programa "Super Mãe", do canal de Karina Bacchi no YouTube, que entra no ar domingo (12), Dia das Mães. "No futuro, como você quer ser vista, lembrada pelos seus filhos?", perguntou Karina para a mulher de Luciano Huck e mãe de Eva, Joaquim e Benício

  • William Waack

    Fora da TV desde dezembro de 2017, motivado por um comentário racista que foi repudiado pela emissora, o jornalista tem tentado se reinventar no YouTube. Ele criou o canal "Painel WW" há um ano que tem mais de 640 mil inscritos. Em seus vídeos, William comenta assuntos do noticiário político e econômico.

  • Alexandre Garcia

    Em fevereiro, ele criou um canal no YouTube, que já tem mais de 300 mil inscritos, no qual fala sobre noticiários políticos e econômicos do Brasil e do mundo. O jornalista deixou a Globo, em dezembro do ano passado, após 31 anos, por decisão própria.

  • Carolina Ferraz

    A atriz e cozinheira tem feito a linha blogueira no Instagram e recebe elogios pela beleza e boa forma aos 51 anos. Em entrevista ao canal de Leda Nagle, Carolina falou que sente uma discriminação para mulheres da sua idade no mercado publicitário brasileiro.

    "Aqui no Brasil você vê uma menina de 23 anos fazendo anúncio de tinta de cabelo ou uma menina de 20 anos fazendo campanha de leite, é uma outra abordagem e eles ignoram esse mercado... Uma mulher de 50 anos representa um mercado de consumo que aqui no Brasil não existe para ela. Há um preconceito."

    Carolina foi dispensada da Globo, após 25 anos, em julho de 2017.

  • Leda Nagle

    Apresentadora do "Sem Censura" por 21 anos, ela foi demitida da TV Brasil, em dezembro de 2016 e partiu para carreira solo. O seu canal de YouTube conta com mais de 500 mil inscritos e tem prestígio: já entrevistou Alexandre Garcia, Danilo Gentili, Paulo Henrique Amorim, Rafinha Bastos, entre outros.

  • Gilberto Barros

    Ele está à frente do "TVLeão", canal do YouTube com mais de 87 mil inscritos. Entre os assuntos, estão dicas de saúde, culinária e comentários sobre assuntos do noticiário. Ele está afastado da televisão aberta desde que deixou a RedeTV!, em 2015.

Mais Listas