Topo

5 vezes que lutadores impediram crimes com golpes profissionais

do UOL

Do UOL, em São Paulo

08/02/2019 04h00

Um golpe e a imobilização. Não se trata de um campeonato de algum tipo de luta, é vida real. Lutadores profissionais se arriscam costumam usar técnicas aprendidas em sua carreira de atleta para fugir da violência urbana seja no Brasil ou lá fora. 

Na última terça-feira (05), a campeã gaúcha de jiu-jitsu Patrícia Melo imobilizou um homem que havia acabado de furtar um supermercado em Caxias do Sul (RS) com uma chave de braço e um mata-leão. Casos assim são comuns e surpreendem pelas imagens: 
 

  • Lutadora de MMA se defendeu de assalto com golpe

    Em 2015, a lutadora de MMA Monique Bastos usou seus conhecimentos de artes marciais para se defender. Ela imobilizou um homem que tentou roubar seu celular, em Açailândia, no Maranhão. Monique segurou o homem por 15 minutos até a chegada da polícia. Com medo de ser linchado por quem via a ação, o suspeito gritava "Socorro". Leia mais

  • Reprodução/Instagram

    Polyana Viana, do UFC, reagiu a assalto com socos

    Polyana Viana, lutadora do UFC, contou no início de janeiro que reagiu a um assalto no Rio de Janeiro. O suspeito chegou anunciando o assalto. Segundo a lutadora, ao perceber que a arma usada era de mentira, reagiu com dois socos e um chute. "Me levantei, dei dois socos e um chute. Ele caiu e eu o peguei com um mata-leão. Coloquei ele no lugar que estávamos e disse: 'agora vamos esperar pela polícia'", relatou Viana. Leia mais

  • Ex-UFC derrubou e imobilizou suspeito nos EUA

    Em novembro de 2018, o ex-lutador do UFC, Diego Brandão, estava em Los Angeles (EUA) e presenciou um furto. Ele partiu para cima do suspeito, derrubou e imobilizou o homem. Depois ainda filmou a situação. "Derrubei e ajudei esses senhores a colocarem a algema nele. Todo dia é uma luta", disse na ocasião depois de ajudar os seguranças da loja. Leia mais

  • Lutador ajudou jovem de 14 anos que era assaltada

    Um lutador de artes marciais agiu para defender uma jovem de 14 anos na última terça (05), em Bertioga, litoral de São Paulo. O suspeito abordou a jovem de bicicleta para assalta-la. Kauê Dudus notou a movimentação estranha, desceu do carro e alcançou a pessoa, que tentou fugir pela praia. Dudus imobilizou o suspeito até a chegada da polícia. Leia mais

  • Americano do MMA impediu assalto em academia

    O lutador de MMA Jacobe Powell impediu, em 2007, que a academia em que estava fosse assaltada. O suspeito entrou no local com uma arma para render funcionários e clientes, quando Powell reagiu à ação. O homem, todo ensanguentado, foi preso pela polícia.

Mais Listas