PUBLICIDADE
Topo

Tiago Iorc conta por que 'sumiu' por 1 ano e admite arrependimento inicial

Tiago Iorc no Conversa com Bial; cantor explicou por que deu um tempo em sua carreira e nas redes sociais - Reprodução/vídeo
Tiago Iorc no Conversa com Bial; cantor explicou por que deu um tempo em sua carreira e nas redes sociais Imagem: Reprodução/vídeo
do UOL

Colaboração para o UOL

14/07/2020 03h39Atualizada em 14/07/2020 08h50

No "Conversa com Bial" desta madrugada, na Rede Globo, Tiago Iorc fez revelações sobre o seu sumiço das redes sociais e da vida pública entre janeiro de 2018 e maio de 2019, quando deu uma pausa na carreira. O cantor contou que, no início, se arrependeu muito de ter "desaparecido".

"Em um primeiro momento, eu relutei bastante a decisão e logo que tomei a decisão me arrependi muito", disse Tiago. "Naquele primeiro instante, eu senti uma inércia de querer voltar, de continuar fazendo o que eu estava fazendo e de que era preciso estar presente para não me anular".

No entanto, o músico logo percebeu que foi o melhor a ser feito. "Depois, senti um alívio absurdo quando aprendi o lado extremo oposto: de que aquela superexposição não era tão interessante, não era tão importante e comecei a reencontrar prazeres que eu tinha esquecido há muito tempo", relatou.

Iorc também explicou o motivo que o fez se ausentar dos olhos do grande público por pouco mais de um ano.

"Naquele momento eu estava esgotado, sem ânimo para fazer o que eu tanto amo fazer. Eu vinha de uma sequência de muitos anos fazendo shows, entrevistas, me expondo, e tudo aquilo estava me tirando a sensibilidade para admirar o que eu sempre amei desde pequeno. Eu já não enxergava mais o propósito de continuar fazendo aquilo".

Ele continuou: "Senti que era o momento de relaxamento, de dar uma pausa, de reencontrar esses prazeres, a simplicidade e onde estão os propósitos". Durante o retiro, o músico voltou a gostar de jogar futebol e passava horas escolhendo frutas no mercado.

O violão, seu principal instrumento de composição foi deixado de lado, "abandonado". Mas, segundo o cantor, um piano que havia no local o fez se reaproximar da música novamente, o levando a lançar o álbum "Reconstrução", com o qual retomou a carreira musical no ano passado.

Iorc ainda ressaltou que estava sendo escravizado pelas redes sociais, mas conseguiu sobreviver quando as deixou. "Eu reaprendi que existe vida fora das redes. Eu sempre confiei que isso era necessário", disse ele. "Nesse tempo eu perdi muitos seguidores, mas ganhei o mesmo número em apenas um dia após o meu retorno". Atualmente, três milhões de pessoas o seguem no Instagram.

Polêmica com Anavitória

Recentemente, Iorc viu seu nome na mídia novamente devido a um desentendimento com a dupla Anavitória. Em uma live, Ana Caetano tornou público que o ex-amigo e produtor as proibiu de regravarem as canções "Trevo (Tu)", "Porque Eu Te Amo", "Agora Eu Quero Ir" e "A Gente Junto", para o DVD de "O Tempo é Agora".

Em um vídeo, o cantor explicou que o problema não era diretamente com elas, e sim com o escritório de seu ex-empresário, Felipe Simas, que gerencia a carreira da dupla.

Ao Bial, Iorc revelou que o problema está sendo resolvido. "As músicas já foram liberadas e o processo que estava truncado está se caminhando para uma resolução".

O "Conversa com o Bial" vai ao ar de segunda a sexta-feira após o Jornal da Globo.

Entretenimento