Topo

Comediante é demitido por comentários racistas após ser anunciado pelo SNL

Shane Gillis, comediante - Reprodução/Comedy Central
Shane Gillis, comediante Imagem: Reprodução/Comedy Central
do UOL

Do UOL, em São Paulo

16/09/2019 19h28

O comediante Shane Gillis foi demitido pela NBC por comentários racistas dias após ter sido anunciado pela emissora para a 45ª temporada de Saturday Night Live (SNL).

"Depois de conversar com Shane Gillis, nós decidimos que ele não fará parte do SNL. Queremos que o SNL tenha uma variedade de vozes e pontos de vista no show e contratamos Shane pelo talento dele como comediante", disse um porta-voz do programa.

Durante seu podcast "Matt and Shane's Secret Podcast", em 2018, Gillis zombou dos sotaques de asiáticos e se referiu às pessoas de Chinatown como "chinks", expressão pejorativa para "chineses".

"Não tínhamos conhecimento de seus comentários anteriores que surgiram nos últimos dias. A linguagem que ele usou é ofensiva e inaceitável. Lamentamos não ter visto esses clipes anteriormente", afirmou o porta-voz.

Segundo a revista Variety, Gillis ainda fez comentários homofóbicos e ofendeu muçulmanos em seu podcast.

Após a decisão da NBC, o comediante se manifestou e lamentou o ocorrido. "Parece ridículo para comediantes ter que fazer declarações públicas sérias, mas aqui estamos. Eu sou um comediante que foi engraçado o suficiente para chegar ao SNL. Isso não pode ser retirado. É claro que eu queria uma oportunidade de me provar no SNL, mas entendo que seria uma distração grande demais. Eu respeito a decisão que eles tomaram. Sou sinceramente grato pela oportunidade", declarou.

Mais Entretenimento