PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Imagens dos anos 1840 de fotógrafo pioneiro são leiloadas por R$ 10 milhões

Assistente de Talbot retratado em uma das experiências do fotógrafo com a incipiente tecnologia de câmeras - Reprodução/Sotheby"s
Assistente de Talbot retratado em uma das experiências do fotógrafo com a incipiente tecnologia de câmeras Imagem: Reprodução/Sotheby's
do UOL

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/04/2021 12h13

Uma coleção com 191 fotos dos anos 1840 tiradas por William Henry Fox Talbot, considerado um dos primeiros fotógrafos da história, foi vendida nesta semana pelo preço recorde de US$ 1,95 milhão de dólares (cerca de R$ 10,7 milhões), informou a CNN Internacional.

Oferecida em um lote único, a coleção foi tratada pela Sotheby's, casa de leilão responsável pela venda, como o conjunto "mais importante de fotos do século 19 já lançado no mercado".

A importância do trabalho do inglês não se dá apenas pelo pioneirismo na fotografia, mas também pelos registros do início da era Vitoriana. A arquitetura, botânica e vida cotidiana da década de 1840 foram fotografadas por Talbot e atribuem valor histórico à obra.

Há ainda retratos de amigos e familiares do cientista e inventor inglês, feitos enquanto ele realizava experiências com a incipiente tecnologia das câmeras.

O acervo leiloado foi composto por três álbuns de imagens reveladas e mais 70 fotografias avulsas da obra de Talbot. Algumas das imagens mais conhecidas do fotógrafo, como uma que apresenta a construção da Coluna Nelson, famoso monumento de Londres, estavam entre as 191 vendidas.

Emily Bierman, chefe do departamento de fotografia da casa de leilões, disse que ao passar dos anos fotos como as feitas por Talbot "se tornam cada vez mais difíceis de encontrar". Segundo ela, a coleção é valiosa por conta de sua idade e condição, mas também por oferecer muita variedade.

Henrietta Horatia Maria Gaisford, irmã de Talbot, aparece em diversas fotos e foi a guardiã dos álbuns do leilão, após recebê-lo do fotógrafo, na década de 1840. Desde então, o acervo foi passando de geração em geração na família.

Com o leilão recém-concluído, marca-se a primeira compra de originais de Talbot pelo mercado de colecionadores.

Foto de Henrietta Horatia Maria Gaisford, irmã de Talbot, tocando harpa - Reprodução/Sotheby's - Reprodução/Sotheby's
Foto de Henrietta Horatia Maria Gaisford, irmã de Talbot, tocando harpa
Imagem: Reprodução/Sotheby's

A estimativa da Sotheby's era de que o acervo fosse vendido por no máximo US$ 500 mil. Entretanto, o preço final ultrapassou muito as expectativas e o recorde anterior para uma coleção de Talbot. Estabelecido em 2018, uma cópia completa da obra "The Pencil of Nature" foi arrematada por US$ 275 mil (cerca de R$ 1,5 milhão).

Notícias