PUBLICIDADE
Topo

OMS diz que hidroxicloroquina só deve ser usada para covid-19 sob estrita supervisão médica

Caixas de hidroxicloroquina em hospital de Liége, na Bélgica -
Caixas de hidroxicloroquina em hospital de Liége, na Bélgica

Stephanie Nebehay e Michael Shields

Genebra

10/07/2020 14h10

O chefe do programa de emergências da OMS (Organização Mundial da Saúde), Mike Ryan, disse hoje que a hidroxicloroquina só deve ser usada em casos de covid-19 sob estrita supervisão médica.

O medicamento contra malária, que não tem eficácia cientificamente comprovada para tratar a doença respiratória provocada pelo novo coronavírus, teve os testes contra covid-19 coordenados pela OMS suspensos no mês passado por falta de benefícios para os pacientes.

Apesar de reconhecer a falta de comprovação científica, o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro (sem partido), anunciou que está fazendo tratamento com a hidroxicloroquina e inclusive publicou vídeo nas redes sociais tomando um comprimido, após ter testado positivo para o novo coronavírus.

Notícias