PUBLICIDADE
Topo

Campanha eleitoral com máscaras e sem comícios em Singapura

08/07/2020 09h34

Singapura, 8 Jul 2020 (AFP) - Em razão da pandemia de coronavírus, a campanha para as eleições legislativas de sexta-feira em Singapura foi realizada sem grandes atos públicos, mas os candidatos puderam organizar pequenas reuniões com os eleitores, com uso obrigatório de máscara.

A campanha, iniciada na semana passada e que termina nesta quarta-feira, foi muito discreta.

Exceto neste fim de semana, quando grupos de militantes se enfrentaram, tentando cantar mais alto que o adversário, o que lhes rendeu um alerta das autoridades.

Já os candidatos, fizeram campanha na televisão e através de eventos ao vivo no Facebook e Zoom.

Os partidos da oposição continuam enfraquecidos e divididos em Singapura contra o Partido da Ação Popular (PAP), no poder desde 1959, quando se tornou independente da Grã-Bretanha.

Atualmente, o partido no poder ocupa 82 dos 88 assentos da Assembleia e espera-se que detenha a maioria.

Singapura registrou mais de 45.000 casos de coronavírus, mas limitou o número de mortos a 26.

cla/sr/gle/lgo/cr/mab/zm/mr

FACEBOOK

Notícias