PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: Justiça do Paraná concede prisão domiciliar a 2,5 mil presos

Gatsi/iStock
Imagem: Gatsi/iStock
do UOL

Do UOL, em São Paulo

05/04/2020 15h01

A Justiça do Paraná concedeu o benefício da prisão domiciliar para cerca de 2,5 mil presos que estavam custodiados em presídios e delegacias do estado, por causa da pandemia do coronavírus.

A informação consta em um relatório do Departamento Penitenciário paranaense, divulgado pelo site G1 e cujo conteúdo foi confirmado pelo UOL.

Os juízes do estado seguem a recomendação do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) para adoção de medidas preventivas contra a propagação da covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. As decisões foram divulgadas entre os dias 16 de março e a última sexta-feira (3).

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou que os "juízes deveriam manter presos homicidas, membros de quadrilhas, entre outros"

Em resposta a um ofício enviado pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski, o TJ-PR (Tribunal de Justiça do Paraná) afirmou que nenhum preso no estado teve diagnóstico positivo para a covid-19.

De acordo com painel de acompanhamento do Depen (Departamento Penitenciário Nacional), órgão ligado ao Ministério da Justiça e da Segurança Pública, existem 114 casos suspeitos de contágio no sistema prisional do país. Os números se referem a quatro estados: Minas Gerais (35), Rio Grande do Sul (34), São Paulo (24) e Santa Catarina (21).

Notícias