Topo

Polícia usa gás lacrimogêneo para dispersar manifestantes no centro de Bogotá

22/11/2019 20h36

Bogotá, 22 nov (EFE).- A polícia de Bogotá dispersou nesta sexta-feira com gás lacrimogêneo manifestantes que faziam um "panelaço" na Praça de Bolívar contra as políticas do presidente Ivan Duque.

Em sua maioria estudantes, eles estavam batendo panelas quando membros do Esquadrão Móvel Antidistúrbios (ESMAD) jogaram bombas de gás lacrimogêneo, acabando com o protesto e dando origem a um confronto.

Muitos dos manifestantes ficaram nas quadras próximas à praça e jogaram pedras e outros objetos nos policiais, que responderam com mais bombas e formaram uma barreira.

A partir de então, o confronto entre os manifestantes e a polícia se intensificou, como o que ocorreu ontem, quando encapuzados tentaram invadir o Capitólio Nacional e o Palácio de Lievano, sede da prefeitura.

Outro confronto similar aconteceu hoje no Monumento Los Héroes, no norte de Bogotá, onde a polícia também dispersou outro protesto pacífico com gás lacrimogêneo e bombas de efeito moral.

Também houve protestos hoje no sul da capital colombiana, porém com muitas depredações causadas por vândalos desde o início nos bairros de Bosa, Kennedy e Ciudad Bolívar, o que levou o prefeito Enrique Peñalosa a decretar toque de recolher nos três. EFE

Notícias