Topo

Sobe para 7 o número de mortos em distúrbios em Cochabamba

16/11/2019 14h30

La Paz, 16 nov (EFE).- Subiu para sete o número de mortos e o de feridos ultrapassam 100, depois de novos confrontos entre manifestantes e policiais perto da cidade de Sacaba, no departamento de Cochabamba, na Bolívia.

"Atualmente temos sete mortos", disse neste sábado à Agência Efe, Nelson Cox, representante da Defensoria do Povo da Bolívia em Cochabamba.

Os fatos ocorreram ontem em uma estrada entre as cidades de Cochabamba e Sacaba, com confrontos entre produtores de coca ligados a Evo Morales e forças militares e policiais, que realizam desde o início da semana operações conjuntas para manter a ordem diante da onda de violência na Bolívia.

Além disso, cinco feridos graves foram submetidos a cirurgias de emergência no hospital Viedma, o principal de Cochabamba.

"Não houve confronto, houve um ataque de forças policiais e militares contra a população civil", disse Cox, afirmando que os "protocolos e padrões internacionais de segurança foram violados".

A Defensoria abordou as lideranças dos produtores de coca e do sindicato para que autorizem as autópsias dos mortos para estabeleçam a causa da morte.

As autoridades nacionais denunciaram a presença de grupos armados comandados por estrangeiros em várias das mobilizações, que supostamente são a favor dos apoiadores do ex-presidente Evo Morales.

Até o momento, 20 mortes foram registradas e mais de 500 pessoas ficaram feridas em confrontos, desde o dia 20 de outubro, data das eleições gerais. EFE

Notícias