Topo

Polícia de SP prende grupo que lavava dinheiro com carros de luxo

Carros de luxo eram utilizados em esquema de lavagem de dinheiro deflagrado pela Polícia Civil de São Paulo - Divulgação/Deic
Carros de luxo eram utilizados em esquema de lavagem de dinheiro deflagrado pela Polícia Civil de São Paulo Imagem: Divulgação/Deic
do UOL

Do UOL, em São Paulo

22/10/2019 16h48Atualizada em 22/10/2019 18h42

A Polícia Civil de São Paulo prendeu hoje cinco pessoas envolvidas em fraudes financeiras. O grupo, composto por quatro homens e uma mulher, aplicava golpes em instituições bancárias e lavava dinheiro com a compra de veículos de luxo. O prejuízo estimado pela polícia é de 20 milhões de reais.

Um estoque de 50 veículos foi apreendido em um galpão em São Bernardo, no ABC Paulista, incluindo carros médios, de luxo, esportivos, karts, off road e motos aquáticas. Ao todo, 70 veículos foram identificados e bloqueados.

De acordo com o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), ao menos quatro instituições bancárias foram lesadas pelo esquema, que implicava na arrecadação de dinheiro dos bancos por meio de empresas fantasmas, colocadas em nomes de "laranjas".

As instituições não podem ser reveladas pela polícia, segundo a assessoria de imprensa, por questões sigilosas.

O dinheiro proveniente do esquema era lavado com a compra dos veículos e também de outros bens.

Ao todo foram emitidos sete mandados de prisão e 12 de busca e apreensão na capital, São Paulo, e em São Bernardo e São Caetano do Sul, na região do ABC Paulista.

A operação foi batizada de Piapara, segundo a polícia, inspirada em um peixe da bacia do rio Paraná, conhecido por dar trabalho aos pescadores.

Ouça o podcast Ficha Criminal com as histórias dos criminosos que marcaram época no Brasil.

Este e outros podcasts do UOL estão disponíveis no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas de áudio.

Notícias