Topo

Johnson diz que vai retirar a lei do Brexit se Parlamento rejeitar sua agenda

Boris Johnson, primeiro-ministro britânico - Getty Images
Boris Johnson, primeiro-ministro britânico Imagem: Getty Images

Em Londres

22/10/2019 11h13

O primeiro-ministro Boris Johnson advertiu hoje os deputados britânicos que se a sua agenda para concretizar o Brexit no fim do mês for rejeitada ele vai retirar o projeto de acordo e optará por eleições antecipadas, o que implica um novo adiamento.

"Se o Parlamento se negar a permitir que o Brexit aconteça (...) o projeto de lei terá que ser retirado e teremos que avançar para eleições gerais", afirmou durante um acalorado debate sobre a legislação necessária para implementar o acordo alcançado na semana passada com Bruxelas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Notícias