Topo

Índice europeu sobe para máxima de mais de 2 semanas com impulso de montadoras

Por Sruthi Shankar e Medha Singh

23/07/2019 14h17

(Reuters) - Um salto nas ações de montadoras de veículos e fortes ganhos dos grandes bancos regionais elevaram o índice acionário europeu STOXX 600 para seu nível mais alto em mais de duas semanas nesta terça-feira, com investidores deixando de lado as tensões políticas no Reino Unido e Espanha.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,99%, a 1.540 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,98%, a 392 pontos, em seu maior nível desde 4 de julho.

As ações das montadoras de veículos subiram 3,8%, em seu melhor desempenho desde o início de janeiro.

A fornecedora francesa de autopeças Faurecia saltou 11,5% depois de ter mantido sua lucratividade no primeiro semestre, apesar de um declínio na produção liderado pela China, enquanto a alemã Continental avançou 6,3% apesar da empresa ter realizado um alerta de lucro no dia anterior. A Hella ganhou 6,8%.

"As ações industriais estão em alta porque são baratas e nenhuma delas produziu números suficientemente ruins", disse Toby Clothier, co-diretor do Global Thematic Group da Mirabaud Securities.

Depois de uma forte liquidação em maio devido às preocupações com uma prolongada disputa comercial entre EUA e China que afetou os lucros das empresas, os investidores voltaram às compras nos mercados acionários da Europa e de outros países com expectativas de que os principais bancos centrais afrouxem a política monetária para estimular o crescimento.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,56%, a 7.556 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,64%, a 12.490 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,92%, a 5.618 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 1,01%, a 21.954 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,29%, a 9.281 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,65%, a 5.215 pontos.

Mais Notícias