Topo

Apagão deixa Argentina e Uruguai sem energia

2019-06-16T12:33:00

16/06/2019 12h33

Falha no sistema de energia que interliga os dois países deixa milhões de residências no escuro. Grandes cidades ficam paralisadas, enquanto origem do problema é investigada.Um grande apagão deixou a Argentina e Uruguai neste domingo (16/06) sem energia elétrica. De acordo com a empresa argentina que administra o serviço, Edesur, o problema ocorreu devido a uma falha na interconexão de ambos os países.

"Uma falha em massa no sistema de interconexão elétrica deixou sem energia toda a Argentina e o Uruguai", afirmou a companhia. As causas do problema estão vendo investigadas. O blecaute na Argentina teve início por volta das 7h (horário local).

No Uruguai, a Administração Nacional de Usinas e Transmissões Elétricas (UTE) confirmou que às "7h06 uma imperfeição na rede argentina afetou o sistema interconectado, deixando sem serviço todo o território nacional". O problema não afetou o Brasil.

O apagão deixou milhões de residências no escuro nos dois países e afetou a sinalização de tráfego e a circulação ferroviária. As grandes cidades ficaram paralisadas, e parte do comércio permaneceu fechado. Em Buenos Aires, os serviços de transporte foram interrompidos. Com um domingo chuvoso, havia pouco movimento nas ruas.

Depois de algumas horas, o sistema de energia elétrica começou a se normalizar "lentamente" na Argentina. A Edesur afirmou que seu centro de controle já começou "o processo de normalização e lentamente o serviço de energia elétrica começa a se restabelecer". Em algumas regiões de Buenos Aires, a luz voltou às 10h52. A empresa informou ainda que a operação até que o serviço volte a funcionar normalmente "levará várias horas".

Segundo o subsecretário argentino da Proteção Civil, Daniel Russo, o restabelecimento do serviço pode levar "entre seis e oito horas". Russo adiantou que, embora as causas da avaria ainda estão sendo investigadas, é admitida a hipótese de estarem "relacionadas a um fenômeno meteorológico".

O Uruguai também anunciou que o abastecimento de energia elétrica estava sendo normalizado. As cidades litorâneas foram as primeiras a voltar a terem luz.

A Argentina, com 44 milhões de habitantes, e o Uruguai, com 3,4 milhões de habitantes, compartilham um sistema de interconexão elétrica centralizado na usina binacional de Salto Grande, localizada 450 quilômetros ao norte de Buenos Aires e a cerca de 500 quilômetros de Montevidéu.

CN/efe/afp/lusa/rtr

______________

A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube

| WhatsApp | App | Instagram | Newsletter

Mais Notícias