Topo

Wall Street tem pouca variação e foco se mantém em negociações comerciais entre EUA e China

2019-02-19T12:52:21

19/02/2019 12h52

(Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos operavam sem direção clara nesta terça-feira, após se recuperarem fortemente na semana passada, com investidores de olho na última rodada das negociações comerciais entre Estados Unidos e China.

Às 12:40 (horário de Brasília), o índice Dow Jones caía 0,2 por cento, a 25.831 pontos, enquanto o S&P 500 perdia 0,092593 por cento, a 2.773 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançava 0,02 por cento, a 7.474 pontos.

Esperanças de que os dois países chegarão a um acordo para encerrar a guerra comercial ajudaram o S&P 500 e o Nasdaq a registrarem sua melhor semana em um mês na sexta-feira.

A nova rodada de negociações em Washington ocorre após conversas em Pequim na semana passada, que terminaram sem acordo, mas que, segundo autoridades, levaram a progresso em assuntos controversos entre as duas maiores economias globais.

"Investidores estão cautelosos, mas o fator esperança ainda está vivo nos mercados, que é o que fez as ações subiram na semana passada", disse Peter Cardillo, economista-chefe de mercado da Spartan Capital Securities.

O setor industrial, que é vulnerável às tarifas comerciais, recuava 0,29 por cento, com a Boeing registrando queda de 0,4 por cento.

O setor de consumo básicos subia 0,40 por cento, o maior avanço entre os 11 principais setores de S&P 500, impulsionado por um aumento de 3,8 por cento nas ações do Walmart.

O varejista relatou um salto nas vendas comparáveis do trimestre de fim de ano, ajudado por maiores gastos do consumidor e mais compras no comércio eletrônico.

(Por Shreyashi Sanyal e Sruthi Shankar)

Mais Notícias