Topo

Simony deixa velório a pedido do filho, afilhado de Gugu: "Angustiado"

do UOL

Carol Martins

Colaboração para o UOL, em São Paulo

28/11/2019 16h34

Resumo da notícia

  • Apresentador era padrinho de Ryan, 18 anos, primeiro filho de Simony
  • O jovem não conseguiu ficar muito tempo no velório e pediu à mãe para ir embora
  • "Ele chorou bastante, mas tem muito choro contido ainda", afirmou Simony
  • Ela era amiga de Gugu, que apoiou sua carreira desde que era pequena, integrante do Balão Mágico
  • "Perco um amigo, um compadre, um grande cara da televisão", disse Simony

A cantora Simony levou somente um de seus filhos para se despedir de Gugu Liberato. O apresentador era padrinho de Ryan, de 18 anos, primeiro filho da cantora.

"Ele está muito angustiado. Quer ir embora, não consegue mais. É doloroso. Ele chorou bastante, mas tem muito choro contido ainda. Preciso ver como vou resolver isso, ele não esta bem mesmo."

Simony teve sua carreira apoiada por Gugu, na década de 1980 quando surgiu no extinto Balão Mágico. Dali, nasceu uma grande amizade. "Tenho tantas histórias lindas com o Gugu. A primeira vez que ele pegou o Ryan no colo foi emocionante. Era um cara incrível e nunca fez maldade com ninguém. Muito íntegro. Perco um amigo, um compadre, um grande cara da televisão."

O corpo de Gugu será velado até amanhã, na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). O cortejo deve sair às 10h, com o corpo levado por um carro do Corpo de Bombeiros. O apresentador será enterrado no Cemitério Gethsêmani, no jazigo da família.

A morte de Gugu Liberato foi anunciada pela família na última sexta-feira (22), após o apresentador sofrer um acidente doméstico dois dias antes. De acordo com nota oficial, ele teve uma queda acidental de uma altura de cerca de quatro metros quando tentava fazer um reparo no ar condicionado instalado no sótão de sua casa, em Orlando (EUA). Ele teve morte encefálica.

Entretenimento