PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Papa aceita renúncia de bispo acusado de acobertar abusos sexuais na Polônia

Papa aceita renúncia de bispo acusado de acobertar abusos sexuais na Polônia - Wikimedia Commons
Papa aceita renúncia de bispo acusado de acobertar abusos sexuais na Polônia Imagem: Wikimedia Commons

12/05/2021 13h04

O papa Francisco acolheu a renúncia do bispo polonês Jan Tyrawa, acusado de acobertar abusos sexuais de menores cometidos por padres - anuncia um comunicado do Vaticano divulgado nesta quarta-feira (12).

Este é mais um episódio em uma longa série de acusações de abusos sexuais que abalam a Igreja Católica polonesa.

Conforme o comunicado do núncio apostólico na Polônia, o papa Francisco "aceitou a renúncia" do bispo de Bydgoszcz (norte), Jan Tyrawa, por "negligência (...) nos casos de abusos sexuais contra menores".

Em março, a Promotoria polonesa recebeu uma denúncia contra o cardeal Stanislaw Dziwisz, ex-secretário e amigo de João Paulo II, e contra outros três bispos, por omitirem casos de pedofilia na Igreja.

Documentários transmitidos há dois anos pela rede polonesa TVN24 revelaram casos preocupantes de abuso sexual por parte de padres, levantando, entre outros pontos, questões sobre a atitude do monsenhor Dziwisz, de 82 anos.

Em novembro, o presidente da Conferência Episcopal Polonesa, dom Stanislaw Gadecki, manifestou sua esperança de que uma comissão da Santa Sé esclareça o papel de dom Stanislaw Dziwisz.

No ano passado, a Santa Sé também anunciou a renúncia do bispo polonês Edward Janiak por suspeitas de que teria acobertado casos de pedofilia.

Notícias