PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

O que são ações e como você pode ganhar dinheiro com isso?

César Esperandio

César Esperandio

César Esperandio é economista com ênfase em planejamento financeiro, com larga experiência no mercado financeiro. Já atuou em setores macroeconômicos de bancos e consultorias, além de ter passado por empresa de pesquisas de mercado. Hoje se dedica exclusivamente ao Econoweek, com foco em investimentos.

do UOL

07/05/2021 04h00

Se você tivesse investido R$ 10.000 nas ações da Magalu em 2011 e nunca mais tivesse feito nada, hoje teria mais de R$ 400 mil.

  • Mas o que são ações?
  • Quais são as maneiras de ganhar dinheiro com isso?
  • Quais as vantagens e desvantagens de investir em ações?

É sobre isso que vou falar hoje no vídeo a seguir com vários exemplos e no artigo logo abaixo.

O que são ações?

Ações representam fatias societárias de empresas com capital aberto, ou seja, aquelas negociadas na Bolsa de Valores.

Quem compra uma ação se torna sócio de um pedaço pequeno da empresa que essa ação representa.

Como ganhar dinheiro com ações?

Há basicamente duas formas principais de se ganhar dinheiro com esse tipo de investimento: a valorização e a distribuição de resultados.

Valorização

A lógica da valorização é muito intuitiva e muito almejada pelos investidores (principalmente os que buscam lucro no curto prazo). Você compra uma ação por um preço menor e espera vendê-la por outro preço maior, lucrando com a diferença.

Os investidores de curto prazo, que praticam as famosas (e desaconselhadas) técnicas de day-trade, swing-trade e estratégias binárias tentam ganhar com a oscilação do preço das ações em curtos espaços de tempo, assumindo muito risco e renunciando à segunda maneira de ganhar dinheiro com esse tipo de investimento.

Distribuição de resultados

A segunda maneira de ganhar dinheiro com ações é muito comum a quem tem um negócio próprio: a distribuição dos lucros da empresa.

Ao investir em uma ação de determinada empresa, você literalmente se torna sócio dela e por isso tem direito a receber sua fatia de lucro.

Legalmente, toda empresa com ações na Bolsa é obrigada a distribuir no mínimo 25% de seus resultados aos acionistas, mas podem distribuir parcela maior.

Os resultados podem ser distribuídos mensalmente, trimestralmente, duas vezes por ano ou anualmente, dependendo do combinado com os acionistas.

Vantagens

Há diversas vantagens de se investir em ações, mas vou me ater às principais:

  • Investimento mínimo inicial baixo, comparado a abrir a própria empresa. O menor valor é o preço de uma única ação, que pode ser menos de R$ 1, dependendo da empresa.
  • Diversificação de risco: como o investimento mínimo é pequeno, há a possibilidade de investir em algumas ações diferentes, minimizando o risco de "todos os ovos em um único cesto".
  • Baixa incidência de impostos: a alíquota de Imposto de Renda para quem investe é de 15% sobre o lucro apenas se a venda de ações for maior que R$ 20 mil por mês. Esse valor é menor que a maior parte dos investimentos de renda fixa.
  • Corretagem zero: várias corretoras estão deixando de cobrar o valor sobre as transações de compra e venda de ações, ou reduzindo esse custo, o que melhora a rentabilidade final do pequeno investidor, principalmente.

Desvantagens

Eu citaria uma única desvantagem (que para investidores mais habituados se torna uma vantagem): os preços das ações variam.

Ao mesmo tempo em que essa é uma ótima oportunidade de comprar ações "baratas" com grande potencial de valorização, é preciso controlar o lado emocional e aprender a lidar com o "sobe-e-desce" típico dessa modalidade de investimento.

Fique atento!

Acabei de explicar o funcionamento básico do investimento em ações, mas a escolha de ativos deve ser criteriosa para minimizar as chances de prejuízo.

Por isso, siga o Econoweek nas nossas redes sociais (Instagram ou YouTube) para acompanhar muito mais dicas de investimentos e finanças.

No vídeo abaixo comentei a tendência de alta da Selic e o que muda para os investimentos de renda fixa.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Notícias