PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Brasil registra 1,6 mil mortes e 42,9 mil casos de Covid em 24h

18/04/2021 18h12

SÃO PAULO, 18 ABR (ANSA) - O Brasil registrou 1.657 mortes e 42.980 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, informou o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) neste domingo (18). Com os dados atualizados, são 373.335 as vítimas e 13.943.071 os contágios confirmados na pandemia.   


A taxa de letalidade se manteve em 2,7%, com o Rio de Janeiro sendo o estado com o maior índice no país, em 5,9%. Em números totais, o estado de São Paulo chegou aos 88.350 falecimentos neste domingo, seguido por Rio de Janeiro (41.310), Minas Gerais (30.309), Rio Grande do Sul (23.192) e Paraná (20.349).   


Já nos contágios, São Paulo continua liderando o ranking, com 2.746.217 contaminações. Na sequência, aparecem Minas Gerais (1.279.549), Rio Grande do Sul (921.812) e Paraná (906.990).   


Os números mais baixos registrados nos domingos e nas segundas-feiras ocorre por conta da menor notificação das secretarias de saúde estaduais. No entanto, quando analisadas as médias dos últimos sete dias de casos e mortes a situação é estável. São 65.864 contaminações e 2.885 de óbitos na média, segundo o Conass.   


CPI da Covid - Com a pandemia em seu pior momento, o Tribunal de Contas da União (TCU) acusou o Ministério da Saúde de abuso de poder, ineficácia nas ações e omissão na gestão da pandemia do coronavírus Sars-CoV-2 no país.   


O documento, citado por diversos veículos de comunicação brasileiros, será usado como base para a CPI da Covid, que será instalada na terça-feira (20) pelo Senado.   


Entre as acusações, está a de que o Ministério alterou documentos para não ser o responsável para liderar as ações de combate da doença no país. A base do texto deve estremecer o governo de Jair Bolsonaro e atacar, especialmente, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello. (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Notícias