PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
15 dias

Uruguai envia vacinas da AstraZeneca à fronteira com o Brasil

Os imunizantes chegaram a Montevidéu no último dia 4 através do mecanismo Covax -
Os imunizantes chegaram a Montevidéu no último dia 4 através do mecanismo Covax

15/04/2021 22h55

O Ministério de Saúde Pública do Uruguai informou nesta quinta-feira que enviará parte das 48 mil doses recebidas da vacina da AstraZeneca para os departamentos da fronteira com o Brasil.

Os imunizantes chegaram a Montevidéu no último dia 4 através do mecanismo Covax, através da qual o país vizinho receberá 1,5 milhão de doses.

O MSP detalhou ontem em nota oficial que esse primeiro lote será distribuído entre os departamentos de Artigas, Rivera, Cerro Largo e Rocha, todos limítrofes do Brasil, devido aos riscos que existem devido à circulação da variante P1 do vírus SARS-CoV-2. Eles também irão para Canelones, Paysandú, Río Negro e Salto com o objetivo de vacinar pessoas acima de 60 anos de idade.

A pasta disse que que a vacina oferece as garantias dadas pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) e foi aprovada pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA).

O Ministério também destacou que a Comissão Nacional de Assessoria para Vacinação a considera eficaz e segura, "com benefícios que superam em muito os riscos associados relatados, dada sua eficácia de 82% na prevenção de infecções por coronavírus".

Até agora, 35,50% da população uruguaia foi inoculada contra a Covid-19, a maioria dessas pessoas com a primeira dose da vacina chinesa CoronaVac ou a vacina americana Pfizer. Um grupo consideravelmente menor recebeu a segunda inoculação e completou o processo de imunização.

Segundo o monitor web desenvolvido pelo MSP, às 18h07 (local e de Brasília) desta quinta-feira 50.018 das 63.704 pessoas agendadas para hoje já haviam se vacinado, o que eleva o total para 1.240.550, 247.609 delas com a segunda dose.

Notícias