PUBLICIDADE
Topo

Estudo aponta que microplásticos do tráfego rodoviário chegam aos oceanos

14/07/2020 12h31

Paris, 14 Jul 2020 (AFP) - Os microplásticos liberados do transporte rodoviário podem poluir os oceanos tanto quanto os dos rios, segundo estudo publicado nesta terça-feira (14).

O trabalho publicado na Nature Communications tenta, pela primeira vez, estimar a quantidade de plástico do tráfego rodoviário (fricção de pneus e uso de freios) que se dispersa no ar e decanta em outros lugares graças às correntes atmosféricas.

Os pesquisadores avaliaram a quantidade dessas partículas derivadas da indústria do petróleo (etileno, propileno), produzida pelo transporte rodoviário, combinada com simulações de circulação atmosférica.

Segundo eles, um terço desses microplásticos (entre 40.000 e 100.000 toneladas) acaba no oceano a cada ano, contra 65.000 toneladas de microplásticos despejados no mar pelos rios.

No entanto, eles observam uma falta de dados para validar seus modelos.

As emissões microplásticas do tráfego rodoviário provêm principalmente da América do Norte, Europa e Sudeste Asiático.

Segundo o estudo, uma porção significativa dessa poluição atmosférica provavelmente acabará no Ártico, onde as partículas coloridas, que absorvem mais raios do sol do que a neve, podem ter um impacto no derretimento do gelo.

pg/abd/alu/riw/mab/mr

Notícias