PUBLICIDADE
Topo

Turismo italiano perde 110 mil empregos temporários devido à Covid-19

09/07/2020 15h29

Roma, 9 jul (EFE).- O turismo na Itália perdeu 110 mil empregos temporários no mês de junho como resultado da crise provocada pela pandemia da Covid-19, 58,4% em relação ao ano anterior, de acordo com informações divulgadas nesta quinta-feira pela associação hoteleira italiana, Federalberghi.

A associação explicou que a situação do novo coronavírus e o medo de contágio levou a um grande número de cancelamento e a uma redução nas pernoites de 80,6% em relação ao mesmo mês de 2019, 93,2% no caso de turistas estrangeiros e 67,2% no mercado interno.

Nos meses do verão europeu, cerca de 140 mil empregos temporários estão em risco se o turismo, que representa 13% do produto interno bruto (PIB) italiano, não for totalmente revitalizado.

A Federalberghi lamenta que 83,4% das estruturas do país acreditem que seu faturamento será reduzido pela metade este ano em comparação a 2019.

Para impulsionar o setor turístico, o governo de Giuseppe Conte aprovou um pacote de doações de até 4 bilhões de euros (cerca de R$ 24,2 bilhões), que inclui subsídios de 500 euros (cerca de R$ 3 mil) a famílias com renda de até 40 mil euros por ano para gastar até o final do ano em hotéis do país. EFE

lsc/phg

Notícias