PUBLICIDADE
Topo

Nunca consegue guardar dinheiro? Estas dicas podem te ajudar de verdade

Júlia Mendonça

Júlia Mendonça é formada em comércio exterior pela Universidade Positivo. Atuou como planejadora financeira entre 2015 e 2018. Especialista em orientação e planejamento financeiro pessoal, é coach e consultora de finanças, pós-graduada em investimentos, finanças e banking. É influenciadora digital no nicho de finanças e investimentos em um dos maiores canais do assunto na área do Brasil.

do UOL

25/05/2020 04h00

Quando pensamos em juntar dinheiro e economizar, logo vem a ideia de cortar diversos gastos pequenos do dia a dia: cafezinho, sobremesa depois do almoço, cinema do mês. Apesar de parecer a maneira mais óbvia, fácil e prática de começar a gastar menos e poupar dinheiro, isso está longe de ser a verdade.

Existem diversas maneiras mais práticas, rápidas e efetivas de começar a guardar dinheiro, que vão funcionar por meses sem que você precise abandonar seu plano por excesso de sacrifícios ou porque não funciona. Nesse post vou contar quais são as táticas mais efetivas para você começar a economizar todos os meses.

Erros comuns

Um dos maiores erros que as pessoas cometem quando pensam em cuidar das finanças é não organizar o orçamento. Não dá para pensar em poupar dinheiro sem fazer planejamento financeiro. Colocando tudo no papel, fica muito mais fácil ver onde você está gastando demais e onde até poderia dar maior importância.

Dividimos nossos gastos no orçamento em três grandes grupos: fixos ou essenciais, variáveis e investimentos. Essenciais são aqueles que aparecem todos os meses e servem para manter seu padrão de vida. Por exemplo: plano de saúde, contas de água, luz e internet, mensalidade escolar, parcelas de dívidas e mercado. Variáveis são aqueles que você pode viver sem, por exemplo comprar uma roupa, sair para jantar, cinema.

As sobras

Agora que você tem seu planejamento, fica mais fácil enxergar o que tem de excesso e precisa diminuir nas suas contas variáveis. Foque em manter aquilo que é importante mesmo para sua vida. Se você faz questão de tomar um vinho mais legal pelo menos uma vez por mês, deixe esse gasto intacto até conseguir mexer nos outros.

Passe por todos os gastos e se pergunte: preciso mesmo desse serviço/produto? Se a resposta for sim, procure uma forma de diminuir esse gasto. Se for não, procure como você pode diminuir esse gasto.

Não faça isso

É natural que as pessoas pensem só nos gastos variáveis quando querem economizar. Fazer isso tem um efeito pouco prático e requer bastante esforço para quem quer engordar o porquinho regularmente. Isso porque você vai ter de se controlar bastante no seu dia a dia e durante vários meses. Dá para perceber que isso não é muito legal.

Focando nos gastos fixos, como ligar para sua operadora de telefone e negociar um pacote mais barato, aderir a um banco sem taxas, diminuir os canais na TV por assinatura, é muito mais fácil de economizar e continuar gastando pouco durante o ano. Uma economia de 20 reais que você consegue nessas contas durante um mês, significa 240 reais a menos no ano. Juntando todos esses pequenos cortes, dá pra ver como essa tática pode ser efetiva e bem menos dolorosa.
Essas dicas ajudam demais a começar, e aqui vai outro segredo: nada é mais efetivo para guardar dinheiro do que poupar logo no início do mês. Planeje suas finanças para saber exatamente o quanto vai gastar durante o mês. Nesse planejamento já inclua quanto deseja guardar. O ideal é poupar de 10 a 20% dos seus ganhos mensais. Sei que é uma meta alta e, se não conseguir, comece com 2%, 5% e aos poucos aumente.

Dificulte

Coloque esse dinheiro em algum local que não seja tão fácil de usar. Pode ser a poupança, se você ainda não sabe investir, ou a conta da sua corretora. Essa técnica funciona muito bem, pois evita que você gaste o dinheiro que iria poupar com compras do dia a dia.

Unindo essas técnicas fica bem mais fácil começar a poupar dinheiro e aos poucos aumentar sua poupança. Lembre-se de fazer seu planejamento financeiro de forma cuidadosa.

Descomplique: Investir em franquia é um bom negócio?

UOL Notícias

Notícias