PUBLICIDADE
Topo

Em 4 dias, pandemia avança e 12 estados já registram mortes por coronavírus

Teste de coronavírus - Getty Images
Teste de coronavírus Imagem: Getty Images
do UOL

Igor Mello

Do UOL, no Rio

29/03/2020 12h27

Apesar dos esforços de governadores e prefeitos para conter o avanço do novo coronavírus, a pandemia se espalhou pelo país na última semana. Em quatro dias, dez estados tiveram mortes por coronavírus, antes registradas apenas no Rio e em São Paulo.

Com isso, o total de estados com vítimas fatais chegou a 12 neste domingo (29), além do Distrito Federal, que também anunciou hoje a primeira morte em decorrência do coronavírus.

No balanço divulgado pelo Ministério da Saúde na última quarta-feira (25), o país tinha 46 mortos por covid-19, todos em São Paulo (40) e Rio de Janeiro (6).

Desde então, além do crescimento no número de vítimas nessas áreas, houve mortos pela pandemia em cinco estados nordestinos (Bahia, Rio Grande do Norte, Piauí, Pernambuco e Ceará), além dos três estados do Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Também houve vítimas no Amazonas, maior estado da região Norte, e em Goiás, no Centro-Oeste.

Dois desses estados tiveram mortes confirmadas entre o fim de sábado (28) e a manhã deste domingo. Na Bahia, a primeira morte por coronavírus foi confirmada na manhã de hoje pelo governo do estado.

A vítima era um homem de 74 anos, cuja identidade não foi divulgada. Internado em um hospital privado da capital baiana, o paciente estava entubado e em diálise contínua, segundo informações da secretaria. O óbito ocorreu na noite de sábado.

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), lamentou a primeira morte no estado nas redes sociais.

No Rio Grande do Norte, foi confirmada a morte por covid-19 de um homem de 61 anos que estava hospitalizado em Mossoró, no interior do estado. Ele tinha histórico de diabetes e teve contato com um caso suspeito.

Segundo informações da Sesap e da Secretaria Municipal de Saúde de Mossoró, o homem deu entrada em um hospital particular da cidade em 21 de março. Na última sexta-feira, após testes, recebeu o diagnóstico da covid-19.

O Piauí, por sua vez, registrou sua primeira morte na última sexta-feira (27). Trata-se do político Antônio Nonato Lima Gomes, conhecido como Antônio Felícia, prefeito de São José do Divino (cidade a 234 km de Teresina, capital do estado) pelo PT.

O prefeito de 57 anos, que era diabético, deu entrada no Hospital Dr. José Brito Magalhães, no município de Piracuruca (PI), com febre e dificuldade de respirar, mas não resistiu. Segundo a equipe médica que o atendeu, o prefeito estava com sintomas do novo coronavírus e o quadro evoluiu rápido.

Notícias