PUBLICIDADE
Topo

Voluntária de igreja é acusada de desviar R$ 2 milhões para pagar casamento

A voluntária Taisha D. Smith-DeJoseph, 43 anos, é acusada de desviar R$2,4 milhões de igreja nos EUA - Divulgação/Promotoria do condado de Burlington
A voluntária Taisha D. Smith-DeJoseph, 43 anos, é acusada de desviar R$2,4 milhões de igreja nos EUA Imagem: Divulgação/Promotoria do condado de Burlington
do UOL

Do UOL, em São Paulo

12/02/2020 18h15

Uma mulher que atuava como voluntária em uma igreja de Nova Jérsei, nos Estados Unidos, é acusada de ter roubado 561 mil dólares (cerca de R$2,4 milhões) da paróquia e utilizado o dinheiro para arcar com despesas pessoais, incluindo sua festa de casamento.

A informação consta em relatório divulgado ontem pela promotoria do condado de Burlington. As autoridades afirmam que Taisha D. Smith-DeJoseph, 43 anos, desviou dinheiro da igreja por cinco anos. Ela era responsável pela área de contabilidade da paróquia.

Funcionários da Igreja Batista de St. Paul passaram a desconfiar da voluntária após perceberem uma diferença no fluxo de caixa e acionaram a unidade de crimes financeiros da região.

As investigações apontam que ela abriu contas bancárias em nome da igreja, mas utilizou o dinheiro para arcar com "empréstimos pessoais, aluguel, despesas de cartão de crédito, TV à cabo, contas de celular, compras online e até mesmo para pagar seu casamento".

Os desvios ocorreram entre 2014 e 2019.

Notícias