PUBLICIDADE
Topo

Austrália combate nova ameaça de incêndio florestal e fumaça encobre a capital

28/01/2020 11h01

SYDNEY (Reuters) - Autoridades australianas alertaram nesta terça-feira as comunidades nos Estados do leste devastados por incêndios florestais para que fortaleçam as defesas contra incêndios, em meio a previsões de temperaturas elevadas e ventos fortes, enquanto um incêndio que se aproximava encobriu a capital com fumaça espessa.

Incêndios mataram 33 pessoas e cerca de 1 bilhão de animais desde setembro, além de destruir 2.500 casas e uma área do tamanho da Grécia.

Os bombeiros têm usado os vários dias de clima mais frio e úmido em grande parte do continente para tentar controlar mais de 100 chamas antes que as temperaturas subam novamente a partir do meio da semana.

Um incêndio em um parque nacional ao sul de Canberra foi elevado para o nível de alerta de emergência, com o chefe dos serviços de emergência dizendo aos moradores para ficarem alertas, já que os ventos crescentes poderiam provocar incêndios nos subúrbios.

Pessoas em algumas áreas próximas ao Parque Nacional Namadgi foram informadas de que era tarde demais para sair.

"Helicópteros e grandes aeronaves estão jogando água, estabelecendo linhas de contenção e realizando vigilância aérea", disseram os serviços de emergência de Canberra em um comunicado.

"O incêndio pode representar ameaças a todas as vidas diretamente em seu caminho", disse a comissária da Agência de Serviços de Emergência Georgeina Whelan a repórteres. "Os bombeiros podem não conseguir impedir que um incêndio atinja sua propriedade. Você não deve esperar um bombeiro à sua porta."

A Agência de Meteorologia da Austrália e os serviços de combate a incêndios preveem temperaturas de até 40 graus Celsius no fim de semana.

Notícias