Topo

Incerteza sobre acordo comercial faz Wall Street ter outro dia de quedas

21/11/2019 20h07

Nova York, 21 nov (EFE).- A incerteza dos investidores sobre as chances de um acordo comercial entre Estados Unidos e China sair ainda em 2019 voltou a influenciar o comportamento dos índices de Wall Street nesta quinta-feira, assim como ontem.

O Dow Jones Industrial, principal indicador da Bolsa de Nova York, caiu 0,2%, para 27.766,29 pontos. O seletivo S&P 500 recuou 0,16%, para 3.103,54, e o índice composto da Nasdaq fechou em baixa de 0,24%, aos 8.506,21.

O "The Wall Street Journal" informou hoje que o principal negociador chinês para o conflito tarifário com os EUA, Liu He, convidou na semana passada o representante americano, Robert Lighthizer, e o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, para uma reunião em Pequim.

A delegação chinesa espera que essa reunião aconteça antes da quinta da semana que vem, que é feriado nos EUA, mas fontes próximas das negociações disseram ao jornal que os americanos parecem relutantes em viajar, a menos que lhes sejam propostos compromissos em proteção da propriedade intelectual e de compras agrícolas.

No Dow Jones, as quedas mais acentuadas foram das ações de Procter & Gamble (-1,59%), Boeing (-1,21%), Walgreens (-1,17%) e Home Depot (-1,07%). As altas mais expressivas foram dos papéis de Exxon Mobil (2,41%), Dow (2,3%), Pfizer (1,86%), Caterpillar (1,3%) e Chevron (1,22%).

No horário de fechamento da bolsa, a onça do ouro caía para US$ 1.465,10, e o rendimento dos treasuries com vencimento em 10 anos subia para 1,772%. EFE

Notícias