Topo

Trump anuncia saída de secretário de Energia Rick Perry

17/10/2019 21h30

Fort Worth, Estados Unidos, 18 Out 2019 (AFP) - O presidente Donald Trump informou nesta quinta-feira que seu secretário de Energia, Rick Perry, deixará o cargo, em mais uma baixa no seu gabinete.

"Rick fez um trabalho fantástico na Energia, mas já era tempo. Três anos é muito tempo", disse Trump no Texas, acrescentando que "estamos preparados para substitui-lo".

Trump garantiu que Perry havia falado há muito tempo sobre seus planos para deixar o cargo "até o final do ano".

Perry, que foi nomeado para o cargo em dezembro de 2016, era um dos membros do gabinete com mais anos de serviço em um governo marcado por alta rotatividade.

A decisão ocorre após uma entrevista na qual Perry declarou que, sob as ordens de Trump, se comunicou com o advogado pessoal do presidente, Rudy Giuliani, para discutir sobre o suposto envolvimento do democrata Joe Biden em um caso de corrupção na Ucrânia.

Trump se encontra sob ameaça de impeachment pela suposta pressão sobre o presidente ucraniano, Volodimir Zelenski, para investigar Biden, a fim de danificar sua imagem antes das eleições de 2020, na qual ele buscará o segundo mandato.

Os democratas da Câmara que estão à frente da investigação para a abertura do processo de impeachment emitiram uma intimação para Perry na semana passada, pedindo que ele entregasse documentos relacionados a seus contatos com o governo da Ucrânia antes de 18 de outubro.

Trump e Giuliani são acusados de vincular a ajuda militar dos Estados Unidos à Ucrânia ao compromisso de Zelenski de abrir uma investigação sobre Biden.

Perry promoveu a política de "dominação energética" de Trump, que incluía o aumento das vendas de combustíveis fósseis dos EUA para a Ucrânia e outros países, e supervisionou um forte aumento na produção desse tipo de fonte de energia.

bur-bgs/ft/llu/lp/lca

Notícias