Topo

Schwarzenegger diz que Trump é um "Exterminador do Futuro"

Gonzalo Fuentes/Reuters
Imagem: Gonzalo Fuentes/Reuters

22/09/2019 09h10

Barcelona (Espanha), 21 set (EFE).- Ator, produtor, empresário, fisiculturista e ex-governador da Califórnia, pelo Partido Republicano, Arnold Schwarzenegger disparou contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o comparou com um personagem que interpretou cinco vezes nos cinemas.

"É um Exterminador do Futuro, porque quer acabar com todo o progresso e qualquer tipo de esperança para o futuro", disse o austríaco naturalizado americano, em entrevista exclusiva à Agência Efe concedida em Barcelona, onde acontece o Arnold Classic Europe, competição que organiza.

Na grande tela, Schwarzenegger protagonizou cinco dois seis filmes da franquia "Exterminador do Futuro", em que interpretava primeiro um ciborgue enviado para matar a mãe do homem que defenderia a resistência humana da chamada "revolução das máquinas". Depois, o modelo que o identificava volta reprogramado, para proteger John Connor de outros exterminadores.

Ferrenho defensor do meio ambiente Schwarzenegger tem feito duras críticas a Trump, pela recente revogação de uma permissão federam que permitia o estado da Califórnia ter os próprios padrões contra emissões de poluentes.

"Temos que nos desfazer dele o mais rápido possível. O que está fazendo é criminoso. Está se desfazendo das regulações e das leis ambientais que foram aprovadas pelos presidentes anteriores", atacou.

O ex-governador garantiu que o que classificou de dura regulamentação na Califórnia foi importante para a redução de poluentes e impulsionou o uso de energia renovável.

"Foram exemplo de sucesso para todo mundo", afirmou.

Schwarzenegger ainda rebateu o argumento utilizado por Trump e partidários, de que as normas mais rígidas são incompatíveis com o crescimento econômico, lembrando, inclusive, que a Califórnia, se fosse um país, seria a quinta potência do planeta, atrás de EUA, China, Japao e Alemanha.

"Estão politizando o problema, dizendo que é uma questão de esquerda ou direita. Não tem sentido. Todo mundo sofrerá os muitos erros que estão sendo cometidos agora. Os velhos que criaram estes problemas morrerão em 30 ou 40 anos, mas os meninos herdarão um planeta ferrado", garantiu.

O astro do cinema declarou apoio à greve global contra a mudança climática, impulsionada por estudantes, e aproveitou para disparar contra líderes mundiais, por não atuarem como "verdadeiros servidores públicos".

"Estão presos em suas ideologias, mentem, não cumprem as promessas, fazem armadilhas e se aproveitam das companhias petrolíferas. Não fazem nada, enquanto a população está pedindo para que tomem medidas contra a poluição", disse.

Além de participar do Arnold Classic Europe, Schwarzenegger promoveu em Barcelona o lançamento de "Exterminador do Futuro: Destino Sombrio", que será lançado no fim de outubro, em que interpretará mais uma vez o ciborgue T-800, dividindo cena mais uma vez com Linda Hamilton, no papel de Sarah Connor.

"Estou muito orgulhoso desse filme. Acho que fizemos um trabalho fantástico", avaliou. EFE

Mais Notícias