Topo

Carro de luxo financiado: cliente ganha R$ 24 mil e parcela em três anos

Loja de carros de luxo na capital paulista; financiamentos apresentam alta e inadimplência está em queda - Guilherme Zauith/Folhapress
Loja de carros de luxo na capital paulista; financiamentos apresentam alta e inadimplência está em queda
Imagem: Guilherme Zauith/Folhapress
do UOL

Alessandro Reis

Do UOL, em São Paulo (SP)

18/07/2019 07h00

Resumo da notícia

  • Comprador de veículo "premium" a prazo tem menor inadimplência
  • Clientes desse segmento dão entrada entre 30% e 40% do valor total
  • Cerca de 30% de quem financia carro de luxo são empresários

Ao contrário do que muita gente pode pensar, carros de luxo também são adquiridos via financiamento, tanto que os bancos e instituições de crédito estão de olho nesse filão. Marcas como a Mercedes-Benz já têm banco próprio, inclusive.

Outro exemplo: o novo Jaguar I-Pace, primeiro SUV elétrico da marca britânica, acaba de ser lançado no Brasil por R$ 437 mil, com opção de venda parcelada até 48 meses, via parceria da montadora com o Itaú Unibanco - mediante entrada de pelo menos 20% o valor do veículo.

Levando em conta apenas o primeiro trimestre deste ano, o mercado de crédito para a compra de carros premium apresentou alta de 3,6% na comparação com igual período de 2018, de acordo com o Itaú Unibanco.

UOL Carros procurou instituições financeiras que trabalham com o segmento de automóveis de luxo zero-quilômetro para contar um pouco do perfil desse tipo de cliente. De acordo com o Santander, pessoas que financiam carrões na instituição têm, em média, renda de R$ 24,5 mil por mês, dão entrada de 40% do preço total e parcelam o bem em 41 vezes.

O Santander informa, ainda, que a taxa média de juros praticada na venda a crédito de veículos de luxo é de 1,22% e que a taxa de inadimplência é de 3%.

Já o Itaú Unibanco informa números diferentes: prazo médio de financiamento de 30 meses, entrada em torno de 30% do valor total, e taxa de 0,98%/mês. Esses dados, destaca o banco, variam de acordo com o perfil e o relacionamento do cliente.

Especificamente a respeito de inadimplência, o Itaú Unibanco confirma que o percentual de compradores que deixaram de pagar as prestações no prazo, especificamente nesse banco, tem apresentado constante queda desde 2013, com taxas ainda menores no segmento de luxo.

Profissões

De acordo com o Santander, em torno de 30% dos clientes que financiam automóveis do tipo são empresários, 15%, administradores ou executivos de empresas e 6% são médicos. Ou seja, essas profissões correspondem a aproximadamente 50% das vendas a prazo desse tipo de produto.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.

Mais Notícias