Topo

"Não desça ao nível das pessoas que repudia", diz Anitta a Luisa Mell

Luisa Mell e Anitta são amigas e compartilham o ativismo ambiental - Reprodução/Instagram
Luisa Mell e Anitta são amigas e compartilham o ativismo ambiental Imagem: Reprodução/Instagram
do UOL

Do UOL, em São Paulo

25/08/2019 10h57

A cantora Anitta enviou uma mensagem de solidariedade à ativista ambiental e apresentadora Luisa Mell em um comentário no Instagram ontem. A funkeira fez elogios às causas defendidas pela ativista e pediu para que ela não descer ao nível das pessoas que maltratam os animais e o meio ambiente.

"Não deixe a raiva falar mais alto. Não desça ao nível das pessoas que repudia. Sei que é triste, mas precisamos manter a disciplina de quem sabe pelo que luta e tem consciência tranquila de seus atos. E você é essa pessoa", afirmou Anitta.

O comentário da artista foi em um vídeo publicado por Luisa Mell no Instagram no qual seus filhos falam que os animais não devem ser retirados de seus habitats naturais. Na legenda do vídeo, a ativista escreveu: "Aprendam com as crianças. Tão simples, tão óbvio para crianças de quatro anos. Não entendo porque essas coisas ainda acontecem."

Anitta também disse que superou comentários de pessoas que a estavam "prejudicando" e pediu para sua amiga seguir o mesmo exemplo.

"Quantas vezes você não me perguntou porque eu não partia para cima das pessoas X ou Y que estavam me prejudicando? Quantas vezes você me disse que não teria saco para coisa tal que estava me acontecendo? Eu te respondi que com calma eu ia conseguir. E você vê hoje eu conseguindo. Me ferrei? Muito. Engoli sapo? Muito. Mas pelo menos cheguei ao meu objetivo. Vamos pensar nisso juntas. Te amo muito, muito", escreveu a cantora.

Queimadas na Amazônia

No comentário, Anitta afirmou que ficou triste com as manifestações em favor da Amazônia pelo país, que, em alguns casos, acabaram virando um movimento político e não em defesa do meio ambiente.

"Estava doida para compartilhar os vídeos [das passeatas] mas daí vi um monte de gente xingando o presidente, alguns com bandeiras vermelhas se aproveitando da situação para promover outro partido", disse.

A cantora escreveu que vê falhas do governo Bolsonaro em questões ambientais e sociais, sobretudo em relação ao público LGBT. Porém, ela disse acreditar que xingamentos e agressividade não sejam o caminho.

"O presidente foi eleito pela democracia e seus eleitores vão sentir o mesmo que os eleitores de Dilma sentiram quando tiraram ela do poder aos gritos. Isso pode virar uma guerra civil e em nada ajudaria a questão principal que amamos, a natureza", declarou.

Mais Entretenimento