PUBLICIDADE
Topo
Notícias

Notícias

Conteúdo publicado há
1 mês

Argélia realiza cerimônia de enterro do ex-presidente Bouteflika

19/09/2021 15h03

Argel, 19 Set 2021 (AFP) - A cerimônia de enterro do ex-presidente argelino Abdelaziz Bouteflika ocorreu neste domingo (19) no cemitério de El Alia da capital Argel, reservado aos heróis da independência, na presença do atual chefe de Estado, Abdelmadjid Tebboune.

Bouteflika, que deixou o poder em 2019 depois de 20 anos à frente da Argélia, morreu na sexta-feira (17) aos 84 anos em sua residência de Zeralda (oeste), onde vivia recluso há dois anos e meio.

Seu corpo foi velado no Palácio do Povo, um edifício cerimonial no centro da capital, antes de ser levado ao cemitério de El Alia, a cerca de 10 km de distância, segundo vários jornais locais.

No setor dos mártires desse cemitério repousam os corpos dos ex-governantes argelinos, junto a grandes figuras da guerra da independência, de 1954 a 1962.

O presidente Abdelmadjid Tebboune, que foi primeiro-ministro de Bouteflika, decretou no sábado içar a bandeira nacional a meio mastro durante três dias para homenagear o falecido ex-presidente.

O presidente francês Emmanuel Macron "acompanhou o povo argelino em sentimento" pela perda de "uma figura maior" desse país e de "um sócio exigente para a França", segundo um comunicado transmitido neste domingo à tarde pelo Eliseu.

O rei do Marrocos, Mohamed VI, também enviou uma mensagem de "compaixão" a Tebboune, apesar da inimizade entre os dois países.

Já o povo argelino vivenciou o enterro de Bouteflika com certa indiferença.

"A verdade é que tenho outras coisas melhores a fazer do que me interessar pelo enterro de um presidente que deixou o país em um estado lamentável. Prefiro me ocupar com meus pássaros", disse à AFP neste domingo Fares, de 62 anos, um aposentando que trabalhou no setor financeiro.

abh/fka/am/mas/lm/aa

Notícias