PUBLICIDADE
Topo

Notícias

Trio Il Volo fará show em homenagem ao maestro Morricone em 2021

30/10/2020 08h52

ROMA, 30 OUT (ANSA) - O trio italiano Il Volo fará um show gratuito em homenagem ao maestro Ennio Morricone, que faleceu em julho deste ano, em parceria com a Prefeitura de Roma. A apresentação está marcada para o dia 5 de junho de 2021 e será realizada na Piazza Pio XII, na capital italiana, em frente à Basílica de São Pedro, no Vaticano.   


A notícia foi anunciada em uma live com os integrantes do grupo, Piero Barone, Ignazio Boschetto e Gianluca Ginoble, e a prefeita da capital italiana, Virginia Raggi. Segundo os músicos, o anúncio com oito meses de antecedência "quer dar uma mensagem de otimismo para poder voltar a viver a vida na normalidade" e também "para chamar a atenção para os trabalhadores do mundo do espetáculo".   


"Precisamos pensar no futuro, ao que acontecerá depois [da pandemia de Covid-19]. E mirar nos grandes eventos, na cultura, na possibilidade e na capacidade desta cidade, junto a artistas de calibre internacional, há de atrair investimentos, trabalho e outros artistas. Tudo deve ser retomado e dizer isso hoje é um sinal da vontade de superar a situação. Eu fico feliz que o tributo a Morricone, que é parte de nós e da cultura italiana, seja o primeiro evento em muitos", disse Raggi.   


Conforme o anúncio, o "Il Volo tribute to Ennio Morricone" quer fazer uma "viagem dentro da arte de um dos grandes compositores dos anos 1900". Por isso, o trio italiano, acompanhado por uma orquestra, apresentará as grandes trilhas sonoras criadas por Morricone para o cinema mundial, e também algumas canções com um estilo mais pop, marca do grupo de tenores.   


A seleção das canções e das composições conta com o apoio da família do maestro italiano e o evento será transmitido pela televisão italiana. Além disso, o Il Volo pede para todos aqueles que trabalharam com Morricone ao longo dos anos que se "unam a eles e subam ao palco" para a homenagem.   


Os jovens artistas italianos ainda revelaram que o nome do evento será o título do próximo álbum do trio, que deve ser lançado próximo à data do show em Roma.   


Os músicos contaram que pretendem se unir a outros artistas do país, como Fedez e Ermal Meta, para fazer uma campanha de arrecadação de fundos no show para os trabalhadores do setor do espetáculo, duramente afetados por conta da pandemia do coronavírus Sars-CoV-2. Os dois italianos já vem fazendo diversas campanhas para ajudar o setor.   


Morricone morreu em 6 de julho deste ano, aos 91 anos, e tem uma trajetória ímpar e admirada mundialmente na música. Vencedor de dois prêmios do Oscar, pelo conjunto da obra em 2007 e pela trilha sonora do "Os Oito Odiados", de 2016, o italiano teve inúmeras premiações e reconhecimentos ao longo da carreira.   


Entre seus principais sucessos, estão as trilhas sonoras dos longas "Por um Punhado de Dólares" (1964), "Três Homens em Conflito" (1966), "Cinema Paradiso" (1988), "Era uma Vez na América" (1984) e "Bastardos Inglórios" (2009). (ANSA).   


Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Notícias