PUBLICIDADE
Topo

Fabrício Queiroz presta depoimento para o MPF no Rio de Janeiro

18.jun.2020 - Acompanhado por policiais, Fabrício Queiroz (ao centro e de boné), ex-assessor de Flávio Bolsonaro, um dos filhos do presidente da República, chega ao IML (Instituto Médico Legal) em São Paulo - Nelson Almeida/AFP
18.jun.2020 - Acompanhado por policiais, Fabrício Queiroz (ao centro e de boné), ex-assessor de Flávio Bolsonaro, um dos filhos do presidente da República, chega ao IML (Instituto Médico Legal) em São Paulo Imagem: Nelson Almeida/AFP
do UOL

Do UOL, em São Paulo

02/07/2020 13h51

Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, um dos filhos do presidente da República, vai prestar depoimento a partir das 14h de hoje ao MPF (Ministério Público Federal) do Rio de Janeiro, segundo confirmado pela assessoria do próprio MPF.

Queiroz está preso desde o dia 18 de junho em Bangu 8, na capital fluminense, e será ouvido pelo procurador da República Eduardo Benones, do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial do MPF.

As perguntas a ele devem girar em torno da movimentação atípica de R$ 1,2 milhão em sua conta bancária, revelada pelo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras). É investigado se Queiroz e Flávio Bolsonaro, então deputado estadual na Alerj (Assembleia Legislativa do Rio), se beneficiaram de um esquema de "rachadinha" com parte dos salários de servidores e funcionários do gabinete de Flávio.

Suplente de Flávio no Senado, o empresário Paulo Marinho afirmou que assessores de Flávio receberam informações antecipadas sobre a operação Furna da Onça, da PF (Polícia Federal), a respeito do relatório do Coaf. Isso teria possibilitado que Flávio exonerasse Queiroz, seu assessor direto, para não ser comprometido.

Na segunda-feira, Queiroz prestou depoimento à PF e negou saber informações sobre vazamento. Ele disse que deixou o gabinete de Flávio porque estava cansado de ser assessor político.

Notícias