PUBLICIDADE
Topo

Moedor de pimenta? Conheça o passado da Peugeot antes de virar montadora

Moedores da Peugeot - Divulgação
Moedores da Peugeot Imagem: Divulgação
do UOL

Do UOL

Em São Paulo (SP)

01/07/2020 13h34

Quem vê hoje em dia o leão da Peugeot estampando a grade de vários carros por aí pode não saber a verdadeira origem da montadora francesa, de propriedade do Grupo PSA atualmente. Sua história começa no século 19.

No início, a fábrica fazia produtos para uso doméstico, mais precisamente na cozinha. A especialidade eram coisas como moedores de café, pimenta e sal.

Apenas mais para frente a marca passou a fazer veículos, em 1889. Mas mesmo nessa época a Peugeot já fazia outros utensílios, como armações metálicas para vestidos, guarda-chuvas, serras e, é claro, bicicletas.

O primeiro automóvel da marca tinha três rodas, era movido a vapor e teve apenas quatro unidades produzidas. Mas a história dessa época tem como marco um racha entre Armand Peugeot e seu primo Eugene, que comandavam a empresa. O primeiro queria entrar na indústria automotiva, o segundo não.

Assim, os dois se separaram colocando nos termos que a Peugeot de Eugene não poderia fabricar carros e a de Armand não poderia fazer ferramentas e veículos de duas e três rodas, além de quadriciclos. No fim, em 1905 os filhos de Eugene lançaram sua própria marca de carros, a Lion Peugeot. Pouco tempo depois as duas empresas se fundiram novamente.

Ainda assim, mesmo mudando o foco do negócio, a Peugeot chegou a fabricar itens como máquina de lavar, rádio e batedeira (chamada de Peugimix) durante o século 20.

No momento, as operações de rua e utensílios estão separadas, mas a família Peugeot ainda detém participação nos negócios de moedores de pimenta e no Grupo PSA.

Se interessou? Você pode comprar utensílios da Peugeot no Brasil. Mas os preços são bem restritivos, indo de R$ 157,53 por um moedor de sal a R$ 809,48 por um moedor de pimenta em madeira. Confira tudo na Boutique Peugeot.

Notícias